ads

Preciso ser santo para ser um missionário?

O contato por email que eu compartilho hoje com vocês soou-me muito estranho quando o li pela primeira vez. Na verdade, fui até deselegante, mal educado mesmo por não ter respondido a esta moça de Minas Gerais! Nem queria publicá-lo aqui no Blog Missões e Adoração.

Depois, ao preparar novas postagens, reli o contato e ponderei melhor. Acompanhe a solicitação dessa moça de Minas Gerais:

quero ser missionaria mais so que tenho que me libertar do vicio do cigarro peco ajuda de vcs em oracao e quero aprender como ser uma missionaria


Verdadeiramente há algo muito profundo nesta solicitação. Com o coração mais calmo, dá para ler este pedido e pensar em alguns versículos, entre eles:

"O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento". Oséias 4:6, parte a.

Eu tenho compaixão dessa moça agora. Não porque ela fuma, mas em como ela está enganada. Biblicamente enganada! Teologicamente enganada!



Tenho que ser perfeito para fazer o trabalho missionário?
Tenho que ser perfeito para realizar qualquer coisa pelo Reino de Deus?
Tenho que ser perfeito para chegar diante do trono de glória?

Jesus! Tudo Ele fez por nós. Vale o pensamento teológico propagado por Agostinho de Hipona (354-430):

Já, mas ainda não!

Já somos salvos, contudo, ainda estamos aqui nesta Terra. Logo, cabe a mim santificar-me!

A Santificação deve ser entendida através de um ponto de vista que envolve a etimologia (origem) da palavra. O significado correto de Santidade está na origem da palavra no hebraico (Antigo Testamento) e no grego (Novo Testamento). O correto significado não está na tradição católica ou ortodoxa oriental.

Santo = Perfeito -- isto está errado!
Santo = Separado -- isto está correto!


No hebraico, qodesh (substantivo) é a palavra traduzida por santidade em português, e significa "separado". O verbo qadosh é traduzido por separar, santificar. 
350 vezes esta palavra é usada somente no Pentateuco (os cinco primeiros livros da Bíblia: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio). 830 vezes em todo o Antigo Testamento, entre estes textos, podemos destacar:
  • Êxodo 3:5Então disse Deus: "Não se aproxime. Tire as sandálias dos pés, pois o lugar em que você está é terra santa". O terreno era perfeito ou o terreno que Moisés pisou estava, naquele momento, separado para Deus falar com ele?
  • Êxodo 12:16Convoquem uma reunião santa no primeiro dia e outra no sétimo. Não façam nenhum trabalho nesses dias, exceto o da preparação da comida para todos. É só o que poderão fazer. A reunião dos hebreus era uma reunião perfeita ou uma reunião separada (ou diferente das outras) para se dedicarem a Deus?
  • Êxodo 15:13 - Com o teu amor conduzes o povo que resgataste; com a tua força tu o levas à tua santa habitação. A terra prometida era perfeita por si mesma ou era separada por Deus (preparada por Ele) para seus filhos?
  • Números 4:4 - "O serviço dos coatitas na Tenda do Encontro será o cuidado das coisas santíssimas. As coisas eram perfeitas em si mesmas ou eram separadas por Deus para o serviço dos coatitas (descendentes de Coate, filho de Levi, neto de Jacó)?
  • 1 Samuel 2:2"Não há ninguém santo como o Senhor; não há outro além de ti; não há rocha alguma como o nosso Deus. Claro que o Senhor Nosso Deus é perfeito! Mas, não é o que Ana, mãe de Samuel, quis dizer! Está bem evidente no texto completo desse louvor a Deus por Ana uma adoração a um Deus terrível, tremendo e incomparável! E esse Deus é 'nosso'! Separado de todos os demais deuses, que nada são!

No grego do Novo Testamento, a palavra hagios é traduzida por santo. Hagiazo por santificado. Hagismos por santificação. A ideia aqui é a mesma do Antigo Testamento. Santo é separado, consagrado ao serviço de Deus, digno de louvor. 
  • 1 Pedro 1:2escolhidos de acordo com a pré-conhecimento de Deus Pai, pela obra santificadora do Espírito, para a obediência a Jesus Cristo e a aspersão do seu sangue: Graça e paz lhes sejam multiplicadas. Obra santificadora, o Espírito Santo atua em nós nos santificando (nos separando) do mundo para que obedecemos cada vez mais a Cristo em nossa caminhada cristã.
  • 1 Tessalonicenses 4:3-5A vontade de Deus é que vocês sejam santificados: abstenham-se da imoralidade sexual. Cada um saiba controlar o próprio corpo de maneira santa e honrosa, não com a paixão de desejo desenfreado, como os pagãos que desconhecem a Deus. O Espírito Santo nos faz separar-se cada vez mais da pecaminosidade do mundo. Podemos errar, mas, sem essa paixão desenfreada dos que não tem a Cristo.
  • Mateus 5:48Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai celestial de vocês". Perfeito aqui não vem da palavra Hagios (santo), mas sim, da palavra teleios (completo, integral, nada é necessário para estar completo). Somos separados (santificados) do mundo, separados para Deus a fim de sermos completos (perfeitos) na vontade de Deus. 
  • Hebreus 12:14 - Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor. Aqui a palavra é Hagiasmos. O verbo seguir dá a ideia de algo que se encaminha, de processo, de algo que continua. Segui a paz. Segui a santificação.
  • Atos 9:32 - Passando Pedro por toda parte, desceu também aos santos que habitavam em Lida. Pedro afirma que os cristãos de Lida são santos (hagios). Algo já pronto, não em processo. Ele não diz que os habitantes de Lida estão tentando ser santos, nem disse que eles estão sendo santificados dia a dia. Nem  mesmo diz que os cristãos de Lida são perfeitos, mas sim, separados para Deus.
A Teologia Sistemática ensina que a santidade do cristão deve ser entendida como dois processos:
  1. Santidade Posicional
  2. Santidade Processual
Santidade Posicional - Em Cristo nós somos santos! JÁ somos salvos e santos, separados do mundo, nascemos novamente. A nossa posição é a de salvo. O verdadeiro cristão é salvo! É santo! 2 Coríntios 5:17E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas.

Santidade Processual - Em Cristo, salvos, MAS AINDA NÃO estamos na glória, portanto, o Espírito Santo nos ajuda a nos purificar de toda imundícia que ainda permanece na alma e no corpo. 2 Coríntios 7:1Tendo, pois, ó amados, tais promessas, purifiquemo-nos de toda impureza, tanto da carne como do espírito, aperfeiçoando a nossa santidade no temor de Deus.

As palavras em caixa alta representam bem a ideia de Agostinho de Hipona - JÁ, MAS AINDA NÃO. Já somos salvos, mas, ainda não estamos na glória.

A perfeição completa se dará na glória, após nossa morte, chamamos isto de glorificação.  Romanos 8:29,30Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou, a esses também chamou; e aos que chamou, a esses também justificou; e aos que justificou, a esses também glorificou.

Voltando ao contato da mineira abençoada que escreveu: "quero ser missionaria mais so que tenho que me libertar do vicio do cigarro". Claro que ela precisa se livrar desse vício. Ele escraviza sua mente e seu corpo. Mas, isso não a impede de estudar para se preparar para ser uma missionária. A preparação numa escola missionária dará conta do recado (Santidade Processual) e o amor dela por almas (Santidade Posicional) será concretizado.

É isso que responderei a ela por email, junto com um pedido de desculpas pela demora!

Postar um comentário

0 Comentários