ads

Jesus, o motilone - parte 10

Refém! - parte 7

Por Bruce Olson, Maio 1990

A "execução"

Em julho, eu estava dando aula aos guerrilheiros, quando me informaram que eu deveria me preparar para morrer. Já que eu não quis assinar uma confissão, só restava a execução.

Três dias mais tarde, depois de ter dado aulas pela última vez, me levaram para uma pequena clareira fora do acampamento. Vários guerrilheiros me amarraram as mãos, por trás das costas, em torno de uma pequena palmeira, enquanto meus executores, 18 deles armados com pistolas sub-automáticas. Eu não pensava muito sobre mim, pelo menos seria algo rápido. Centrava-me em memórias com os motilones, meus amigos.

"Apontar!" Ordenou o gerente de pelotão.

Vários homens choravam silenciosamente pelo barulho das pistolas.

"Fogo!"

Dispararam, mas não senti nada. Os homens do esquadrão me olharam com espanto e, em seguida, examinaram as armas.

"Mas tem balas!" Gritou um deles.

Esta tinha sido a última tentativa de me matar, mas eles não tinham sido bem sucedidos.

Postar um comentário

0 Comentários