ads

Tuan come miolos



O totem da Paz - Don Richardson. Editora Betânia, 312 páginas. Entre os sawis, uma tribo de canibais caçadores de cabeças, a traição era mais que uma filosofia de vida. Constituía-se num ideal concebido e aprimorado pelas gerações passadas. Cultivar uma amizade por um longo tempo e depois assassinar a vítima, era considerada a mais elevada forma de traição. Seus heróis não eram guerreiros que haviam conseguido a maior coleção de cabeças mas, sim, aqueles que exibiriam os maiores requintes na arte da traição para conseguí-las. Que impacto o evangelho causaria sobre esse povo que poderia eleger o traidor Judas como um símbolo de masculinidade e considerar o beijo da traiço como a expressão suprema de deslealdade? Este livro mostra como aquela tribo mudou.



Depois eu explico essa história do tuan que comeu miolos..... Aguardem.

Postar um comentário

0 Comentários