Pesquise em mais de 1800 postagens!

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Influência de Missionários Atuais no Chamado Missionário


Ah! Que lindo! Como fui surpreendido positivamente com esta questão! 81% das pessoas afirmaram algum grau de influência positiva de missionários atuais no chamado missionário pessoal. Que benção!

Que tal divulgar estes missionários?
Don Richardson
Bruce Olson
Helen Berhane
Paulo Brito e família
Pr Julio e família
Fernando e família
Missionário Eneias e família
Tantos outros!

Aceito sugestões! Escreva nos comentários

Princípios
1) Deve-se trazer missionários para pregar na igreja local, mesmo que sejam de outros ministérios;
2) Deve-se divulgar o que eles fazem lá no campo missionário, seja em vídeos, cartas, etc;
3) Deve-se manter alianças com missionários, mesmo aqueles de outras igrejas ou ministérios;
4) Tais missionários devem ter mais espaço que apenas os cultos de missões;

Entenda a Entrevista
Recentemente desenvolvi uma pesquisa aqui no blog Missões e Adoração. Um questionário voltado para missionários. Centenas de irmãos e irmãs responderam. Agora vou publicar os dados consolidados desta pesquisa.

Fiz uma questão sobre a influência de pais e familiares no chamado missionários. As respostas dirigidas foram:
  • Muito influenciou;
  • Influenciou;
  • Pouco influenciou;
  • Não influenciou;
  • Não se aplica;
O item "Não se aplica" foi uma resposta para o entrevistado que não entendeu a pergunta ou que se sentiu constrangido em respondê-la. Além disso, algumas poucas pessoas de outras religiões, que não a cristã evangélica responderam o questionário: 2 romanistas, 1 ortodoxo grego, 1 testemunha de jeová. Achei melhor incluí-los, afinal, cristão é aquele que se autodenomina assim e não o que achamos dele. Esta visão vem ao encontro com as pesquisas desenvolvidas pelos mais renomados estatísticos cristãos. Alguns deles responderam não se aplica ao item "Leitura da Bíblia". Fato absurdo em se tratando de influência ao Chamado Missionário. Como pode alguém de um país livre ter um chamado missionário sem a leitura da Bíblia? Até analfabetos podem ouvir a Bíblia, não é mesmo?

Acompanhe os demais itens da pesquisa:

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Influência de Missionários do Passado no Chamado Missionário

Contar histórias de Missionários do passado é um excelente estímulo para o Chamado Missionário.

84% dos entrevistados afirmou ter recebido em seu chamado missionário uma influência da vida desses heróis do passado.
Que tal dar uma lida em alguns desses exemplos de vida?
Família Goforth
Adoniram Judson
Willian Carey
Os Morávios
Avivamentos do Passado

Princípios
1) Deve-se trazer à memória das pessoas os grandes missionários do passado!
2) Eles devem ser demonstrados com suas fraquezas e suas lutas, além, é claro, de suas vitórias!

Entenda a Entrevista
Recentemente desenvolvi uma pesquisa aqui no blog Missões e Adoração. Um questionário voltado para missionários. Centenas de irmãos e irmãs responderam. Agora vou publicar os dados consolidados desta pesquisa.

Fiz uma questão sobre a influência de pais e familiares no chamado missionários. As respostas dirigidas foram:
  • Muito influenciou;
  • Influenciou;
  • Pouco influenciou;
  • Não influenciou;
  • Não se aplica;
O item "Não se aplica" foi uma resposta para o entrevistado que não entendeu a pergunta ou que se sentiu constrangido em respondê-la. Além disso, algumas poucas pessoas de outras religiões, que não a cristã evangélica responderam o questionário: 2 romanistas, 1 ortodoxo grego, 1 testemunha de jeová. Achei melhor incluí-los, afinal, cristão é aquele que se autodenomina assim e não o que achamos dele. Esta visão vem ao encontro com as pesquisas desenvolvidas pelos mais renomados estatísticos cristãos. Alguns deles responderam não se aplica ao item "Leitura da Bíblia". Fato absurdo em se tratando de influência ao Chamado Missionário. Como pode alguém de um país livre ter um chamado missionário sem a leitura da Bíblia? Até analfabetos podem ouvir a Bíblia, não é mesmo?

Acompanhe os demais itens da pesquisa:

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Influência da Leitura Bíblica sobre o Chamado Missionário


Esta é uma das perguntas que mais me causou medo!

Será que haveriam pessoas com Chamado Missionário sem a leitura da Bíblia?

Alguns deles responderam "Não se aplica" e "Não influenciou" ao item "Leitura da Bíblia". Fato absurdo em se tratando de influência ao Chamado Missionário. Como pode alguém de um país livre ter um chamado missionário sem a leitura da Bíblia? Até analfabetos podem ouvir a Bíblia, não é mesmo?

Analisando as respostas desses irmãos, a escolha de "Muito influenciou"  foi para "Sonhos e Visões" e "Pregação sobre Missões", devo estas respostas somente ao fato de uma não compreensão da questão ou uma confusão na própria mente do entrevistado. Questionando as pessoas por email, não obtive retorno.

Princípios
1) A pregação sistemática sobre Missões deve ser estimulada;
2) O Culto principal da igreja local também deve ser usado para estimular Missões;
3) A pregação deve ser baseada na Palavra de Deus. O "papel principal" é da Bíblia e não da eloquência do pregador;

Entenda a Entrevista
Recentemente desenvolvi uma pesquisa aqui no blog Missões e Adoração. Um questionário voltado para missionários. Centenas de irmãos e irmãs responderam. Agora vou publicar os dados consolidados desta pesquisa.

Fiz uma questão sobre a influência de pais e familiares no chamado missionários. As respostas dirigidas foram:
  • Muito influenciou;
  • Influenciou;
  • Pouco influenciou;
  • Não influenciou;
  • Não se aplica;
O item "Não se aplica" foi uma resposta para o entrevistado que não entendeu a pergunta ou que se sentiu constrangido em respondê-la. Além disso, algumas poucas pessoas de outras religiões, que não a cristã evangélica responderam o questionário: 2 romanistas, 1 ortodoxo grego, 1 testemunha de jeová. Achei melhor incluí-los, afinal, cristão é aquele que se autodenomina assim e não o que achamos dele. Esta visão vem ao encontro com as pesquisas desenvolvidas pelos mais renomados estatísticos cristãos.

Acompanhe os demais itens da pesquisa:

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Influência da Escola Bíblica sobre o Chamado Missionário

70% dos entrevistados assumiram um grau positivo de influência sobre o Chamado Missionário. Uma feliz constatação. A Escola Bíblica ainda influencia o Chamado Missionário de cristãos.

Diversas igrejas pararam o estudo bíblico sistemático e regular das Escrituras. Aprender para crescimento pessoal e não para alcançar um alvo ("aumentar a igreja" por exemplo) ou alcançar um título ("tornar-se um líder melhor" por exemplo).

Princípios:
1) A Escola Bíblica (dominical ou não) deve ser mantida;
2) A Escola Bíblica (dominical ou não) deve ser estimulada;
3) O ensino de Missões deve fazer parte do currículo da Escola Bíblica;
4) Capacitar professores e estimular estudantes da Escola Bíblica é fundamental para ampliar o número de pessoas com Chamado Missionário na igreja local;

Entenda a Entrevista
Recentemente desenvolvi uma pesquisa aqui no blog Missões e Adoração. Um questionário voltado para missionários. Centenas de irmãos e irmãs responderam. Agora vou publicar os dados consolidados desta pesquisa.

Fiz uma questão sobre a influência de pais e familiares no chamado missionários. As respostas dirigidas foram:
  • Muito influenciou;
  • Influenciou;
  • Pouco influenciou;
  • Não influenciou;
  • Não se aplica;
O item "Não se aplica" foi uma resposta para o entrevistado que não entendeu a pergunta ou que se sentiu constrangido em respondê-la. Além disso, algumas poucas pessoas de outras religiões, que não a cristã evangélica responderam o questionário: 2 romanos, 1 ortodoxo, 1 cristão marginal (testemunha de jeová). Achei melhor incluí-los, afinal, cristão é aquele que se autodenomina assim e não o que achamos dele. Esta visão vem ao encontro com as pesquisas desenvolvidas pelos mais renomados estatísticos cristãos. Alguns deles responderam não se aplica ao item "Leitura da Bíblia". Fato absurdo em se tratando de influência ao Chamado Missionário. Como pode alguém de um país livre ter um chamado missionário sem a leitura da Bíblia? Até analfabetos podem ouvir a Bíblia, não é mesmo?

Acompanhe os demais itens da pesquisa:


domingo, 27 de outubro de 2013

Kampi TROFT 2013

Já imaginou você em um outro país promovendo um acampamento de jovens?

Sonhe! é possível!!


Influência da Pregação de Missões no Chamado Missionário

Pregar sobre Missões realmente influencia pessoas a confirmarem seus Chamados Missionários. 96% dos entrevistados afirmaram que a pregação sistemática sobre Missões acarretou em algum grau de influência na decisão ou confirmação do chamado missionário.

Princípios:
1) A pregação sobre Missões deve ser estimulada em todas as igrejas;
2) A pregação deve ser sistemática, ou seja, organizada e frequente;


Entenda a Entrevista
Recentemente desenvolvi uma pesquisa aqui no blog Missões e Adoração. Um questionário voltado para missionários. Centenas de irmãos e irmãs responderam. Agora vou publicar os dados consolidados desta pesquisa.

Fiz uma questão sobre a influência de pais e familiares no chamado missionários. As respostas dirigidas foram:
  • Muito influenciou;
  • Influenciou;
  • Pouco influenciou;
  • Não influenciou;
  • Não se aplica;
O item "Não se aplica" foi uma resposta para o entrevistado que não entendeu a pergunta ou que se sentiu constrangido em respondê-la. Além disso, algumas poucas pessoas de outras religiões, que não a cristã evangélica responderam o questionário: 2 romanistas, 1 ortodoxo grego, 1 testemunha de jeová. Achei melhor incluí-los, afinal, cristão é aquele que se autodenomina assim e não o que achamos dele. Esta visão vem ao encontro com as pesquisas desenvolvidas pelos mais renomados estatísticos cristãos. Alguns deles responderam não se aplica ao item "Leitura da Bíblia". Fato absurdo em se tratando de influência ao Chamado Missionário. Como pode alguém de um país livre ter um chamado missionário sem a leitura da Bíblia? Até analfabetos podem ouvir a Bíblia, não é mesmo?

sábado, 26 de outubro de 2013

Influência de Pais e Familiares no Chamado Missionário


Uma realidade triste. Poucos missionários receberam uma influencia positiva de seus pais e familiares no Chamado Missionário.

A soma de "Muito influenciou" e "Influenciou" não alcança o índice de "Não influenciou".

Por que?

Será que os pais não são convertidos? Será que os pais e familiares que são missionários não conquistaram o coração de seus filhos? Será que foi por causa das condições de trabalho

Muitas questões! Contudo, dois princípios podem ser extraídos dessas estatísticas:
1) Devemos investir nos filhos de missionários! Não somente salário para os missionários, mas também, brinquedos para os  filhos!
2) Orientar os missionários para esforçarem-se em ganhas o coração de seus filhos além do coração das pessoas à sua volta. Uma educação em como serem pais.


Entenda a Entrevista
Recentemente desenvolvi uma pesquisa aqui no blog Missões e Adoração. Um questionário voltado para missionários. Centenas de irmãos e irmãs responderam. Agora vou publicar os dados consolidados desta pesquisa.

Fiz uma questão sobre a influência de pais e familiares no chamado missionários. As respostas dirigidas foram:
  • Muito influenciou;
  • Influenciou;
  • Pouco influenciou;
  • Não influenciou;
  • Não se aplica;
O item "Não se aplica" foi uma resposta para o entrevistado que não entendeu a pergunta ou que se sentiu constrangido em respondê-la. Além disso, algumas poucas pessoas de outras religiões, que não a cristã evangélica responderam o questionário: 2 romanistas, 1 ortodoxo grego, 1 testemunha de jeová. Achei melhor incluí-los, afinal, cristão é aquele que se autodenomina assim e não o que achamos dele. Esta visão vem ao encontro com as pesquisas desenvolvidas pelos mais renomados estatísticos cristãos. Alguns deles responderam não se aplica ao item "Leitura da Bíblia". Fato absurdo em se tratando de influência ao Chamado Missionário. Como pode alguém de um país livre ter um chamado missionário sem a leitura da Bíblia? Até analfabetos podem ouvir a Bíblia, não é mesmo?