Pesquise em mais de 1800 postagens!

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Execução de pastor não é confirmada


Email recebido da Portas Abertas Brasil! Divulguem ou indiquem seus email no site da Missão Portas Abertas!
No sermão do monte, Jesus fala sobre algumas bem-aventuranças, ou bênçãos e alegrias, para certos grupos de pessoas. Ao contrário do que poderíamos pensar, ele não faz referência só a pessoas bem-sucedidas, ou só às que possuem bens materiais como pessoas felizes.

Ele menciona os pobres de espírito, os que choram, os humildes, os perseguidos. Esses sim serão felizes, porque a recompensa que esperam virá do céu. Então Jesus diz: "Bem-aventurados serão vocês quando, por minha causa, os insultarem, os perseguirem e levantarem todo tipo de calúnia contra vocês. Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é a sua recompensa nos céus, pois da mesma forma perseguiram os profetas que viveram antes de vocês" (Mateus 5.11-12).

Ouvimos as notícias sobre o pastor Yousef Nadarkhani e cremos que Deus é soberano. Enquanto o futuro dele permanece incerto para nós, podemos agir! Ore muito e divulgue a situação desse pastor para todos os seus conhecidos. Muitos outros cristãos iranianos sofrem porque escolheram a Cristo.

Destaque

Informações sobre execução de pastor não são confirmadas
IRÃ (5º) - Os advogados do pastor iraniano que aguarda a decisão final sobre sua sentença de morte ainda não receberam uma confirmação oficial das autoridades de que seu cliente será executado, apesar de todas as informações de que sua morte é iminente... 



VAMOS ORAR
Cazaquistão (45º) - A liberdade para adorar em prisões e centros de detenção está sendo cortada. Todos os locais de adoração (tanto islâmicos quanto ortodoxos) devem parar de funcionar, ou se tornar livrarias. Ore para que os cristãos possam continuar seus ministérios, apesar de todas as restrições do governo.


"Sempre vou ser grata por esse trabalho de vocês. Por causa dele eu conheci Deus. Tenho o conhecido melhor com os estudos que vocês me dão. Eu sou muito grata por Deus me amar." Moon, refugiada norte-coreana


As horríveis condições de vida na Coreia do Norte levam muitas pessoas a fugir para a China, a fim de conseguir dinheiro e comida para trazer de volta para casa.
A Portas Abertas Internacional recebe e abriga alguns desses refugiados, ouvindo sua história, dando ajuda financeira e ensinando a Bíblia.

Ao doar R$ 76,00, você ampara um refugiado norte-coreano como a Moon. 
Faleconosco:
Email: falecom@portasabertas.org.br
Telefone: (0--11) 2348 3330

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Primeiro Culto de Missões


Como fazer um culto missionário? Ainda mais sendo o primeiro culto de Missões da história da igreja?
Foram estas as perguntas que recebi através de um contato abençoado ontem!

Uma moça abençoada foi incumbida de preparar o primeiro culto missionário em sua igreja, Quadrangular. A pastora a chamou para preparar este culto. Detalhe, ela nunca tinha preparada culto de Missões!

Ousadia ou precipitação da parte da pastora?

Intrepidez ou orgulho em aceitar o desafio por parte dessa moça?

Nada disso me chamou a atenção! Para mim a pastora foi ousada pelo Espírito Santo e a moça foi intrépida por aceitá-lo! O que chamou a atenção foi que nunca haviam realizado um culto especial de louvor e adoração a Deus através da temática missionária! Como pode isso, uma igreja missionária como a Quadrangular, que nasceu debaixo de Missões e que tem registrado a "data de nascimento" de todas as igrejas no Brasil desde o seu primeiro missionário Harold Willians? Como não conheço o contexto histórico daquela igreja, não critico! Antes, louvo a Deus por este despertamento missionário!

O contato dela foi este:
Bom dia a paz.
Estou precisando de ajuda !
Confesso que estou completamente perdida ,frequento a igreja do evangelho quadrangular a pouco mais de 1 ano
e a pastora me pediu esses dias pra que eu fizesse um culto de missões.
Mais não sei absolutamente nada a respeito disso,a igreja qque frequentava não fazia culto de missões e nem falava muito sobre isso
não sei sobre o que devo falar quem devo convidar o que fazer,e pelo que percebi nunca houve um culto de missões nesta igreja.
Gostaria se possivel de seu auxilio porque estou um pouco preocupada sobre isso.
Já fiz varios cultos de intercessão na igreja que eu congregava tem alguma coisa deste ministerio q posso usar no culto de missõe?
Fico no aguardo de sua ajuda e já agradeço.
A.
Comecei fazendo algumas perguntas a ela:
Olá A
Graça e Paz
Obrigado pelo seu contato.
Desculpe-me irmã, mas, sua história não faz sentido algum! Como pode ser assim? Sua pastora está sendo precipitada! Ou então, muito ousada!
Bem, vamos lá! Vou te ajudar crendo que essa ousadia foi inspirada pelo Espírito Santo e que você será tremendamente usada para confortar, exortar e ensinar os irmãos a respeito de Missões!
Mas, primeiro preciso saber de detalhes:
1° Quando será?
2° Quantos estarão presentes?
3° Quais são os seus recursos de mídia (som, tv. data show, etc)?
4° Você já pregou antes? Tem disposição para estar à frente com o microfone?
5° Você tem recursos para imprimir alguns materiais (impressora, xérox, etc.)?
Saiba que Deus te usará tremendamente!
Conte comigo!
Mantenha contato. Relate experiências!
Gilson de Moura
Blog Missões e Adoração
Ao que ela me respondeu:
Boa noite paz do senhor
Agradeço pelo retorno fiquei feliz em receber resposta .
Bom eu já pensei que a pastora foi precipitada,já conversei com ela sobre isso e ela ficou de me ajudar e nada.
Ela diz que tenho capacidade pra isso.
A data ela pediu que eu marca-se acredito que tenha o mês de março,ela me pediu pra trazer um missionario pra pregar no dia do culto,pediu pra que eu convida-se
outras igrejas.
Estão presentes os membros e oficias da igreja como também as igreja convidadas.
O recursos de midia tem o som da igreja e onde trabalho tem data show e eles disponibilzaram pra quando eu precisar usar,
Já preguei sim,minha mãe mesmo diz que a vergonha que tenho some diante do altar e do microfone é coisas de Deus.
Já fui lider de jovens e do ministerio de intercessão já preparei cultos especificos destes ministerios.
Quanto recursos pra imprimir tambem posso fazer.
O que preciso mesmo é de direção pra fazer esse culto porque eu realmente não sei por onde começar.
Na igreja nunca teve um culto de missões e a pastora quer que eu apresente isso a igreja.
Bom agora estou bem mais confiante podendo contar com sua ajuda louvado seja a Deus pela sua vida.
Creio que Deus esteja vendo capacidade em mim pra isso e como ele não nos deixa confundido me levou a entrar em um site e ver seu email e me impulsionou a lhe enviar um email
de ajuda Gloria a Deus.
Continuo no aguardo esperando respostas e creio que vou aprender muito com isso.
Obrigada obrigada mesmo.

Então comecei a preparar os passos da liturgia de um primeiro culto missionário, como se eu fosse fazê-lo!

Escrevi mais ou menos assim:


Olá A.
Graça e Paz

Obrigado pelas respostas. Agora posso ter parâmetros para te ajudar. Faltou você me dizer sua cidade e estado.

Vamos lá! Como é o primeiro de muitos, vamos devagar! Sem afobação! Vamos tratar do lado "bonito" das Missões! Sem pegar no pé das pessoas pelo dinheiro que ofertam, etc. Sem pegação no pé! Sem exortação!

Pregue você mesma neste culto! Não precisa de missionário neste momento! Lembre-se que você está fazendo uma semeadura! A semente missionária é a melhor de todas!

Alguém deve fazer a abertura do culto, cantar dois cânticos, dar os avisos e então te chamar!

Peça permissão ao Espírito Santo, suba no altar com ousadia e humildade! Se apresente e comece a abençoar a todos! Famílias, emprego, escola, trabalho, etc. Abençoe sua pastora pelo "convite". Abençoe mesmo! Faça-os sentir alvos da bençãos de Deus! Bençãos para abençoar a outros! Entendeu!?

Vamos fazer uma propaganda das missões mundiais! Esta é a estratégia, minha irmã! Conheço muitos que vão no altar e massacram os irmãos pela lassidão missionária. Todos saem frustrados! Isto não provém de Deus, é a ansiedade humana! Já passei por isso!

Use o texto da grande comissão, em Mateus 28. Dê a ênfase na ordem de Jesus e que muitos estão obedecendo. Lembre-se, não dê destaque negativo, cobrando o que seus irmãos (ou você mesma) não estão fazendo! Faça o contrário! O que eles podem fazer é que deve ser destacado! Eles podem fazer porque o Espírito Santo os capacita, conforme Atos 1:8!

Para isso, comece com a própria quadrangular e o que ela faz por Missões no Brasil e no Mundo com o dinheiro arrecadado no 3° domingo.
Pode continuar falando e mostrando o que ocorre pelo mundo afora em Missões:
Neste momento, destaque o que as igrejas de todo o mundo tem feito por missões e questione, o que vocês estão fazendo - lembre-se sem pressão! Não os critique, mas sim, mostre o que eles podem fazer por missões!

Para fechar com chave de ouro, sem pressão da sua parte, apenas o Espírito Santo falando aos corações, passe o vídeo dessa música:

As pessoas vão chorar!

No final do culto dê algo para os irmãos comerem gratuitamente! Pipoca com chá, suco, etc. Faça uma semeadura! Os irmãos vão "gostar" do culto missionário porque eles são abençoados, conhecem o mundo, recebem informações e comem no final! Esta será uma semente para ser semeada em 2 ou 3 cultos, no 4° culto vem o golpe! "O que você está fazendo para Jesus?". "És um trigo ou joio!", e assim por diante! É a hora de lançar a semente de evangelista nos corações e o Espírito Santo irá galardoar os que estiverem abertos! Mas, nos primeiros cultos, vamos somente "cativar" os irmãos!

Você deve se preparar muito espiritualmente, ore, santifique-se, jejue, debruce-se na Palavra, leia os panfletos do meu site (ou estas aulas, graças ao bom Deus, são ótimas! - http://missoeseadoracao.net/2010/07/para-comecar-amar-missoes-aula-1.html) e o sites de missões da quadrangular.

Saiba que o máximo da batalha espiritual não é a adoração, mas sim, MISSÕES!

Deus vai abençoar! Você deve ser a primeira pessoa a aprender! Pregue para você mesma! Antecipe-se aos cultos que enumerei e pergunte-se: "O que eu tenho feito para Missões?" Ouse responder! Mude de vida! Seja dura com você mesma! Mas, não com a congregação! Vá devagar com eles!

Mantenha contato. Relate experiências!

Gilson de Moura
Blog Missões e Adoração


E então, você conhece alguma igreja que nunca teve um culto missionário?

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Diversidade linguística em todo o mundo


Apesar da idéia de que o Inglês é falado nos Estados Unidos da América, o chinês na China, e o russo na Rússia, a maior parte do mundo é muito mais diversificado do que a presença de grandes línguas nacionais sugere.

Na verdade, os países monolingues são difíceis de encontrar.

O gráfico abaixo mede a diversidade linguística de duas maneiras muito diferentes: o número de línguas faladas no país e o índice de diversidade de Greenberg, países onde as pontuações sobre a probabilidade de que dois cidadãos partilhem uma língua materna. 

E.U.A., Rússia, Brasil, China e México têm mais de 100 línguas cada um, mas tem marcas relativamente baixas no índice de diversidade, porque Inglês, Russo, Português, Chinês e Espanhol têm crescido ao ponto onde eles ameaçam destruir as muitas pequenas línguas nativas. 

Por outro lado, a rivalidade linguística e pobreza relativa têm mantido uma linguagem única dos países dominantes, como a Índia e a Nigéria, que pontuam alto no índice de diversidade. A geografia é um fator adicional. 

As muitas ilhas da Indonésia e das Filipinas abrigam línguas pequenas, apesar de status desses países de renda média. Tanto a pobreza quanto a geografia se combinam para tornar Congo e Papua Nova Guiné nos países mais lingüisticamente diversificados do mundo.

Traduzido de The Economist por sugestão de The Long View.

Muito já publicamos sobre línguas, povos e traduções da Bíblia, acompanhe:









sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Deus, meu carro precisa de funilaria!


De quem é a responsabilidade da sua área financeira?

Este é o assunto que conversei com uma moça que entrou em contato comigo. Leia o pedido dela e a minha resposta e fique à vontade para argumentar lá nos Comentários!
Oração
Restauração financeira, meu marido voltar e terminar a faculdade força animo renovado, honra profissional, reforma da minha casa, arrumar documentação dos carros e arrumar a mecanica e funilaria do meu.
L.
Ao que respondi para ela!

Olá L.
Graça e Paz

Obrigado pelo seu contato. Desculpe-me pela demora em te responder.

Vamos ler a Palavra de Deus!

Veja o que está escrito em Deuteronômio 8:17 e 18 - "Não digas, pois, no teu coração: A minha força e o poder do meu braço me adquiriram estas riquezas. Antes, te lembrarás do SENHOR, teu Deus, porque é ele o que te dá força para adquirires riquezas; para confirmar a sua aliança, que, sob juramento, prometeu a teus pais, como hoje se vê"

Tudo o que você pediu é de sua responsabilidade! Não é a responsabilidade de Deus! É Ele quem te dá força para prosperar!

Você deve trabalhar, ser responsável pelos seus gastos, ser fiel nos dízimos, e assim por diante.

Como o meu pastor diz, o Pr. Hugo, nossas finanças devem passar por 3 G! Três letras G!
  • G de Ganhar! Todos devem ganhar dinheiro honestamente! Seja trabalhando como assalariado, seja como autônomo, empresário, etc. Saber quanto ganha, os limites de seus ganhos.
  • G de Gastar! Todos devem saber gastar, devem fazer cálculos e projeções e adquirir produtos e serviços de modo consciente! Não gastar além do que ganha!
  • G de Guardar! Todos devem guardar dinheiro! Como José do Egito, que guardou um quinto de tudo (20%) e prosperou o Egito todo!

Outra coisa que devemos deixar bem claro, como vou orar por você nestas questões se eu não sei se você é dizimista? O dizimista fiel tem o devorador repreendido, logo, o diabo não põe a mão nele e nem nas coisas dele!

Se você não for dizimista fiel, saiba que o devorador está solto na tua vida e nas tuas coisas! Este demônio está liberado para agir em você!

Percebe que há muitas variantes no processo!

Espero que você me perdoe pela franqueza, mas, tive que falar isto com você!

Aguardo seu retorno! Podemos dialogar abertamente nesta questão.

Mantenha contato. Relate experiências!

Gilson de Moura
Blog Missões e Adoração

É evidente que a Bíblia também nos ensina que Deus sabe do que precisamos, também ensina que Ele se interessa por nós e que Ele quer que oremos a Ele por todas as coisas. Orar por estas coisas é excelente e demonstra a fé da pessoa. Isto não se discute, contudo, não podemos esquecer que temos nossa parte! Portanto, devemos ter equilíbrio!

E então, o que você acha disso?

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Preparação para envio ao Campo Missionário


Olá, irmãos e amigos do site Missões e Adoração. Olá Missionários! Uma lição para vocês hoje! 

Leia uma mensagem recebida do Pr. Rock que está prestes a viajar coma família para o campo missionário. Nestas mensagens ele relata o progresso da sua preparação. Acompanhe:
Início da mensagem:
"mas em nada tenho a minha vida como preciosa para mim, contando que complete a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus". Atos 20.24

Saudações iniciais

Graça e Paz a todos nossos mantenedores, amigos e igrejas que participam desta obra que o Pai tem proposto para nós.
Estamos nos aproximando de nossa ida ao campo missionário.
Louvamos a Deus, pois até aqui Ele tem dado provas claras de que estamos no caminho certo.
Quero que todos vocês amados, se sintam participantes deste presente, que é fazer a obra de Deus.
Iniciamos os tramites de visto via Espanha e hoje dia 08/02/2012 fui informado de que o processo está fluindo.
Acreditamos que conseguiremos estar no fim de Março em Huelva como informado em nossa última carta informativa.
Tudo está na dependência dos tramites na Espanha. Estamos confiantes que Deus abrirá está última porta, uma vez que abriu todas que até aqui cruzamos.

Inicio das contribuições
Queremos lembrar aos amados mantenedores que fizeram o compromisso com esta obra de inciar com as contribuíções no tempo próximo de nossa ida ao campo e/ou nossa chegada ao campo. Assim como haviamos combinado, estamos comunicando a aproximidade de nossa ida. Pedimos que estejam se preparando no tocante ao sustento e suporte firmado.
Pedimos aos mesmos que entrem em contato conosco por qualquer dúvida referente a este tema e/ou por qualquer problema, pois nossa contabilidade conta com o compromisso firmado com os amados. Alguns amados já começaram neste começo de ano a contribuir, e, louvamos muito a Deus, pois pudemos acelerar alguns tramites que faltavam no tocante a nossa viagem. Obrigado de coração. Pedimos aos que mantem sua contribuição via transferencia automatica, que confirmem com seus respectivos bancos, pois queremos estar cuidando de cada detalhe para não sermos pegos de surpresa e evitar qualquer constrangimento de nossa parte, quando chegarmos no campo missionário. Por favor sua confirmação é muito importante neste momento.
Em nossa última carta informamos que ainda faltava uma parte de nosso sustento. Por favor orem, pois está faltando bem pouquinho, e, acreditamos que não será este o maior problema, glória Deus. Peço ainda, que orem por todos os mantenedores para que Deus continue abençoando grandemente a cada um em suas necessidades.

Considerações finais
Deixamos abaixo nossos contatos e convidamos a quem queira, a nos contatar para que possamos estreitar nosso relacionamento.
No momento estamos em São Paulo, porém ministrando nas igrejas para que possamos juntos estar compartilhando da obra missionária.
Aguardamos um "alô" de cada um.

Enquanto isso, estamos recebendo muitas informações sobre nosso trabalho em Huelva e estamos na expectativa de desenvolvê-los.
A cada dia, ficamos mais "ansiosos" por poder voltar ao campo depois de nosso tempo na Africa.
Deixamos aqui o site da igreja e dos missionarios que são parceiros nossos em Huelva. Realmente aquela região é uma estratégia. Orem por esta igreja. Segue o link da igreja e dos missionarios:
http://www.iglesiabautista.es/misioneros/

Vamos ficando por aqui, contando que o Senhor esteja com a vida de cado um de vocês.
Um grande abraço.

Em Cristo

Pr. Rock, Keren e Esther Mariano (Família Missionária)

CONTATOS: REDES SOCIAIS www.facebook.com/pastorock




“Se Jesus Cristo é Deus e morreu por mim, então nenhum sacrifício que eu fizer por Ele pode ser grande demais” - C. T. Studd

Final da mensagem.

Ore por esta família e aproveite para semear dinheiro em campo fértil!

Aproveite também para aprender a se relacionar com mantenedores e intercessores. Aproveite o exemplo!

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Eis-me aqui! Eis-me aqui!


Quem disse esta frase na Bíblia?

Eis-me aqui! Eis-me aqui!”.

Não, não foi Isaías. Ele apenas disse: “Eis-me aqui, envia-me a mim” no capítulo 6. Não aparece um duplo “Eis-me aqui!”.

Também não foi a resposta que Abraão deu a Deus quando lhe chamou: “Abraão?” em Gênesis 22:1.

Abraão na verdade disse em três momentos “Eis-me aqui!” Nos trechos 22:1 (para Deus), 22:7 (para Isaque) e 22:11 (para Deus). Mas nunca aparece ele dizendo “Eis-me, eis-me aqui!”

Ananias que curou Paulo dos olhos em Damasco também disse “Eis-me aqui” ao Senhor, mas apenas uma vez (Atos 9:10).

Uma dica: Deus já chamou várias pessoas pelo nome, por exemplo, Jacó e Samuel, mas eles responderam “Eis-me aqui!” somente uma vez.

Então volto a perguntar – Quem disse na Bíblia: “Eis-me aqui! Eis-me aqui!”?

A resposta é Deus! Foi Deus quem disse: “Eis-me aqui! Eis-me aqui!”. Isto está registrado em Isaías 65:1 :

Fui buscado pelos que não perguntavam por mim; fui achado por aqueles que não me buscavam; a um povo que não se chamava do meu nome, eu disse: Eis-me aqui, eis-me aqui.

Não é maravilhoso? Perceba que esta frase não foi uma resposta, ou seja, não foi um complemento natural a um chamado! Nenhum desses povos gritava: “Deus! Deus!” Para que nosso Senhor respondesse dessa forma. Foi o contrário! Foi Deus quem os chamou já assinalando o modo de relacionamento que Ele estava disposto a firmar.

Palavras e termos repetidos na Bíblia tem a entonação de reforçar a ideia. Isto é o que a exegese e hermenêutica afirmam. Logo, Deus estava gritando: “Ei! Estou aqui!”.

O bonito é que Isaías registra mais duas vezes esta busca de Deus por pessoas:

Isaías 52:6 – “Por isso, o meu povo saberá o meu nome; portanto, naquele dia, saberá que sou eu quem fala: Eis-me aqui”.

Isaías 58:9 – “então, clamarás, e o SENHOR te responderá; gritarás por socorro, e ele dirá: Eis-me aqui. Se tirares do meio de ti o jugo, o dedo que ameaça, o falar injurioso”;

É a versão do Velho Testamento de João 3:16!

Bem, então vem a pergunta inevitável: “Qual será a minha reação a isto?”

Lembre-se que Paulo, no capítulo 10 de Romanos afirma:

Porque: Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Como, porém, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem nada ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos são os pés dos que anunciam coisas boas!

Depois disso, no versículo 20, Paulo faz referência a Isaías 65:1 para puxar a orelha dos judeus. Sabe por quê? Porque eles tinham o conhecimento do Deus Vivo e O levavam à Ira! Sim, os judeus desobedeceram a Deus e foram reprovados. Deus estava disponível para eles. Eles sabiam disso. Contudo, viviam sem Deus! Sem honrar a Deus!

E quanto a nós? Responda com sinceridade:
  • Hoje tenho o conhecimento do Deus Vivo em meu coração e mente, mas, e quanto às minhas ações? 
  • Tenho dado testemunho dEle por onde passo? 
  • Sou uma fiel testemunha? 
  • Eu O honro com tudo que tenho? 
  • Tenho amado ao próximo? 
  • Perdoo e peço perdão? 
  • O pecado ainda pesa em meu coração? 
  • Tenho pecados prediletos? 
  • Confesso meus pecados? 
  • Ainda me arrependo? 
  • Será que a cada dia me pareço mais com os fariseus do que com Jesus? 

Será que este puxão de orelha (ou admoestação, como queiram) é válido para mim hoje?

Sim é!

Vamos ver o que Paulo achava disso: “Se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois sobre mim pesa essa obrigação; porque ai de mim se não pregar o evangelho!” - 1 Coríntios 9:16.

Talvez alguém irritante pergunte: “Ah, mas isso era para Paulo! Não é minha obrigação!”. Esta obrigação de pregar o Evangelho era para Paulo somente? Jesus te responde em Marcos 16:15:

E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura”.


Artigo que escrevi para o site:quadrangular.com.br em setembro de 2010.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Transformando Promessas em Fatos - Northcote Deck


Nosso cristianismo nasceu morto se não for prático, se não influenciar profunda e continuamente nossa vida e conduta. O cristianismo é uma vida, não uma mera profissão, uma vida a ser vivida diariamente em Cristo pelo poder do Espírito Santo. A fim de realmente produzir "o fruto pacífico da justiça" (Hb 12.11), precisa haver uma certa reação da alma, que deve ser praticada conscientemente. Refiro-me ao hábito de praticar atos de fé, definidos e diários, tão necessários durante toda a vida do crente.

Contudo, consciente ou inconscientemente, muitos cristãos têm dois evangelhos: um evangelho de fé para a conversão, após o qual se pratica um evangelho de obras, ou de esforço humano, para o crescimento subseqüente. Entendem que é preciso ceder e deixar o futuro após a morte nas mãos de Deus, quando se tornam filhos de Deus pela fé. Mas, geralmente, são indispostos a entregar sua vida presente às mesmas mãos divinas.

O Justo Viverá Por Fé

Deus nos diz em sua Palavra: "O justo viverá por fé"; portanto, não é somente crer para receber salvação. Embora "tentar" ou "esforçar-se" podem ser o lema do crente que não anda pela fé, "confiar" terá de ser sua prática diária, se quiser apropriar os recursos e o poder de Deus. Isso pode ser uma humilhação para a carne, mas é uma das certezas de Deus que a sua graça e glória só poderão ser disponibilizadas ao homem por meio de uma vida de fé.

E uma "vida de fé" implica numa série de atos de fé, conscientes, definidos, repetidos e diários, pelos quais aceitamos o que Deus diz, cremos nas suas promessas, tomamos posse delas apesar de nossos sentimentos ou aparências e, dessa forma, as transformamos em fatos e bênçãos atuais. Portanto, santidade pela fé é a única seqüência lógica à justificação pela fé.

Alguém já disse que todo verdadeiro crente anda continuamente por um caminho pavimentado pelas promessas de Deus. Assim como o pé humano era usado em tempos antigos como a unidade de medida, no mundo espiritual não é diferente. "Todo lugar que pisar a planta do vosso pé vo-lo tenho dado" (Js 1.3), ele diz a cada um de nós. "Porque tudo é vosso" (1 Co 3.21), confirma o apóstolo Paulo. Então, o pé humano, medindo, tomando posse das promessas de Deus pela fé, tem possibilidades incalculáveis. Apesar disso, muitos verdadeiros crentes continuam na pobreza espiritual, para desdém e escárnio do mundo.

É como aconteceu no Monte Morgan, em Queensland, na Austrália, há muitos anos. Um dos proprietários daquelas terras trabalhou duramente por muitos anos, mal conseguindo sobreviver, sem saber que embaixo do solo improdutivo estava uma das maiores reservas de ouro do mundo inteiro. Ele era dono de riqueza imensa, vasta, incalculável; no entanto, era uma riqueza não apropriada, desconhecida. Da mesma forma, todo crente possui nas riquezas das promessas de Deus um Monte Morgan sob seus pés, esperando apenas que seja reconhecido, recebido e apropriado.

Na nossa caminhada espiritual, há dois elementos em cada ato de fé: primeiro, pedir e, depois, receber de Deus. Se uma criança pede uma moeda e eu estendo a minha mão em sua direção com a resposta ao seu desejo, é inútil a criança continuar pedindo. A moeda já foi oferecida; a criança agora precisa pegar a fim de possuí-la.

Para andar, precisamos dos dois pés. Um representa pedir, o outro, pegar e receber. Muitos oram e oram, mas estão usando apenas um pé, pulando e pulando, sem realmente fazer progresso. Por estranho que possa parecer, há momentos em que não se deve orar, quando a oração não poderá obter mais nada. É quando a ocasião pede ação. "Levanta-te; por que estás prostrado assim sobre o teu rosto?" (Js 7.10), foi a ordem de Deus a Josué naquela ocasião. O quê? Não orar? Não, quando o momento pede ação.

Fé Remove Pesos

Conta-se que Hudson Taylor, missionário à China no século XIX, estava passando por um tempo de profunda depressão. Na sua leitura diária da Bíblia, ele encontrou uma frase que chamou sua atenção. Era a descrição de vitória no meio da derrota: "O meu cálice transborda" (Sl 23.5).

"Sim, Senhor", Hudson disse a Deus, "assim tu dizes, e deve ser verdade, mas meu cálice está longe disso, pois não há dinheiro suficiente para sustento dos missionários."

Então, leu novamente o texto. "O meu cálice transborda." "Sim, Senhor", ele argumentou, "mas há também dissensões entre alguns dos missionários."

Outra vez, leu o texto. "O meu cálice transborda." E ainda outras preocupações lhe vieram à mente.

"Mas, Senhor, tu és eterno e tua Palavra é eternamente verdadeira. Portanto, apesar das aparências, isso é verdade para mim, agora mesmo. Meu cálice transborda. Eu creio nisso agora, considero-o verdadeiro e agradeço-te por isso."

Dessa forma, aquele missionário cheio de ansiedades e pesos, pôde, pela graça de Deus, descansar na declaração graciosa e promessa de Deus e apropriá-la como real naquele momento. Assim "obteve" a promessa (Hb 11.33) e a transformou num fato presente e abençoado por um ato específico de fé.

O efeito foi muito mais que uma tentativa humana de animar o próprio coração. Deus logo lhe mostrou que era um fato literalmente verdadeiro, dissolvendo todas as dificuldades como só ele pode. Praticar deliberadamente este bendito hábito resulta na ampliação das nossas expectativas, de tal forma que, como George Müller, pedir e esperar em fé torna-se quase automático, e a oração torna-se uma seqüência de pedir e aceitar.

Agradando ao Nosso Senhor

Quando uma promessa é assim recebida por meio de um ato de fé, penso na alegria do Senhor, como naquele dia em que ele se virou para perguntar: "Quem me tocou? Alguém me tocou!". Não era uma pergunta de censura ou repreensão, mas de amor e alegria pela ousadia e confiança demonstradas pelo filho. É justamente aquele ato palpável, o toque da fé, o receber em confiança, que alcança não só a veste, mas o coração do Mestre e abre sua mão de abundância para conosco.


Fonte: O Arauto da Sua Vinda - Ano 22 nº 6 - Novembro/Dezembro 2004
Imagem extraída com modificações, daqui.