Pesquise em mais de 1800 postagens!

terça-feira, 7 de junho de 2011

Obra Social X Obra Missionária

O Blog Missões e Adoração atinge um público imenso na Web. Glórias a Deus. Somos visitados por mais de 300 pessoas diariamente. Uma benção.

Muitos visitantes procuram entrar em contato comigo solicitando informações, dicas, materiais, etc, que envolvem Missões. Outros pedem auxílio em seus ministérios e até na área financeira. Outros ainda, pedem ajuda na confirmação do dom espiritual ou ministerial.

Gosto muito de responder. Às vezes sou um pouco duro nas respostas. Meio que dando um chacoalhão nas pessoas. Sabe, faço isso por experiência própria. Fui muito paparicado e mimado na área espiritual. Não alcancei vôos maiores porque não fui desafiado e porque não aceitei desafios. Dá um sentimento de frustração. O que poderia ter feito se aceitasse os desafios?

Hoje, não mimo muito não. Vou logo no alvo! Como diz um amigo meu, "o Gilson parte logo prá cima da jugular...". Mas, faço isso com amor!

Recebi um contato maravilhoso de uma moça que tem pela frente o trabalho missionário de sua igreja. É respaldada pelo pastor (que é seu marido... confundi as  cartas!, desculpem) e pelo seu marido. Ela apresenta para mim uma situação muito comum em quase todas as igrejas! A falta de amor de muitos crentes! Vamos ler?
Eu gostaria que o irmão mandasse postagens sobre como fazer missões através de obras sociais. Nós temos um trabalho na igreja , que é a arrecadação de alimentos para montar cestas básicas para as famílias carentes, chamamos esse trabalho de primícias pois recebemos os alimentos todo primeiro domingo do mês na ceia. Só que eu estou vendo que não está fluindo, pois, apesar da gente entregar os papelzinhos com o nome dos alimentos com antecedência muito gente não leva e acaba faltando vários alimentos para completar a cesta. Eu gostaria de ter  condições de eu mesma comprar várias cestas e doar, mais infelizmente não tenho condições e dependo da ajuda da igreja para fazer esse trabalho.

Mas tenho observado que algo está errado ou eu não estou levando a sério, porque não está fluindo. Sei que isso de doação é obra social e não missionária, mas também sei que é possível levar o amor de Jesus e o alimento espiritual juntamente com o alimento físico. Às vezes, penso em desistir, me desanimo, mas graças a Deus o Senhor renova as minhas forças e eu volto a mim animar de novo. Me ajude, por favor, irmão, pois, não sei mais como levar essa obra. Tenho que me reconhecer como missionária, mas, tenho que te confessar que não me vejo como tal.

Me ajude irmão e que a paz do Senhor esteja com você !!
Tenho certeza que vocês também enfrentam estas dificuldades. O que fazer?

Primeiro temos que entender que este mal é falta de amor! Como lemos em Mateus 24:12:
E por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará.
Como pergunta meu pastor: "Quanto é 'muitos'? Mais de 50%? 80%? Outra tradução diz: 'Quase todos'. Ora, quase todos é quase 100%!"

Muitos estão na Igreja por puro interesse de ter pão e cura. São interesseiros, só querem saber de prosperidade. São os discípulos da multidão! São adeptos do Cristianismo. Não são cristãos. Precisam se converter!

Se não bastasse isso, temos os crentes verdadeiros que precisam ser lapidados por Jesus. Como lemos em Colossenses 3:8-13:
Mas agora, despojai-vos também de tudo: da ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes da vossa boca. Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do velho homem com os seus feitos, E vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou; Onde não há grego, nem judeu, circuncisão, nem incircuncisão, bárbaro, cita, servo ou livre; mas Cristo é tudo em todos. Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade; Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também. 
Principalmente o 14! "E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição."

A obra assistencial é consequência da fé, conforme lemos em Tiago 2:14-18:
Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo? E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano,  algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí? Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma. Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras.
Leia o que respondi para a irmã:
Olá irmã ...
Graça e Paz

Obrigado pelo seu contato. Desculpe-me pela demora em te responder.

A obra social faz parte da obra missionária. Jesus não levou apenas a mensagem da salvação. Ele tratou da área familiar, saúde, higiene e alimentar.

Todo missionário deve levar aos perdidos 3 S. Três letras S:

  • S alvação
  • S abão
  • S opa!

Esta tarefa não é fácil! Muitos crentes precisam ser admoestados nesta área. Já é difícil para nós cristãos deixar de lado toda a impureza! Quanto mais, ajudar os outros. Muitas vezes nos tornamos verdadeiros joios na igreja! Não conformar-se com o mundo não é tarefa fácil. Paulo afirma que muitos serão salvos como pelo fogo, pois sua obra aqui na terra será feita com madeira, feno e palha.

O Tribunal de Cristo revelará isso no futuro. Por agora, nossa parte trata-se de um constante falar. Sempre deixar a porta aberta para o arrependimento. Nunca jogar na cara de ninguém qualquer coisa. O Espírito Santo não faz isso! A palavra de exortação deve ser sempre encerrada com uma oportunidade de arrependimento, sempre um "deixar as portas abertas".

Por seu lado, cuidado com o orgulho. Você tem esta conscientização, mas, e daí? Deus precisa de você para a obra missionária? Você é insubstituível? Se você largar tudo, Deus levanta outro melhor que você. O outro levará as honras, você o sentimento de fracasso.

Ao avançar, você se depara apenas com um problema: como avançar?

Ao desistir, você se depara com dois problemas: o sentimento de fracasso e o sentimento de inveja ao ver outros avançando!

Tenho certeza que você avançará!

Incentivar a Igreja na tarefa assistencial é uma tarefa de conscientização! Quem faz isso não é o pastor, é o Espírito Santo. O Espírito Santo apenas usa pessoas. É um passo a passo, e um de cada vez! Devagar e sempre!

Algumas estratégias para ajudar na conscientização humanitária:
- pregação da Palavra baseada em Tiago 2:14-18. Exemplos:
- - http://archote.blogs.sapo.pt/300086.html;
- - http://www.lepanto.com.br/dados/ApFeObr.html;
- - http://veshamegospel.blogspot.com/2010/08/fe-sem-obras-e-morta-tiago-218.html;
- - etc;
- cartazes feitos pelas crianças sobre este tema (os pais são influenciados pelos seus filhos!);
- peça teatral "Mãos Vazias" veja aqui ou assista no Youtube;
- peça teatral "Bom Samaritano" basta seguir o roteiro proposto por Jesus, ou ver aqui;
- coreografia (dança) com a música: "Quem se importa?" do Clamor pelas Nações ou assista aqui no Youtube;
- publique a Declaração de Fé dos Batistas sobre a Assistência Social (vale para todas as igrejas ou toda igreja tem a sua Declaração de Fé);
- publique o Pacto de Lausanne sobre o Assistencialismo.

Se os adultos não fazem nada, que tal começar com os adolescentes (12 a 17 anos)?
  • eles podem juntar material reciclável e vender para comprar alimentos;
  • eles podem lavar os carros dos membros da Igreja por um preço camarada;
  • eles podem aprender a fazer bolos e tortas com material doado e vender no final do culto;
  • eles podem distribuir nas casas de diversos bairros um folheto bem feito, explicando que em alguns dias passarão recolhendo alimentos não perecíveis para se fazer cestas básicas. Este folheto deve vir acompanhado do nome do pastor e do telefone da igreja. Dois dias depois da entrega dos folhetos, eles passam nas casas retirando o material doado. É recomendável os pais dos adolescentes assinarem uma autorização desse trabalho e, além disso, eles devem ser supervisionados por um adulto responsável e nomeado pelo pastor para tal. Dá para se fazer isso uma vez por mês em bairros alternados;
  • fazer um convênio com a Prefeitura, mais especificamente com a Assistência Social;

Cuidado ao trabalhar com adolescentes! Uma vez incendiados, o fogo não se apaga facilmente! Você deve ter muito pique! Além disso, você deve se preparar, porque surgirá um adolescente com tanto ímpeto, que poderá te ultrapassar. Ou você corre junto, ou é atropelada! O que hoje parece um problema, amanhã, você presenciará incríveis resultados que te surpreenderá!

Mantenha contato. Relate experiências!

Gilson de Moura
Blog Missões e Adoração

Quais outras sugestões vocês podem passar para esta irmã maravilhosa?

Quais experiências vocês já tiveram nesta área?

9 comentários:

  1. Que benção esta postagem,E concordo plenamente com o vc quando diz que passar a mão na cabeça das pessoas as impede muitas vezes de alcançar vôs maiores,creio que as vezes é necessário um chaqualão para que ela venha se levantar e ter forças para continuar em uma caminha certa,com o objetivo de fazer a vontade de Deus!Muito bom este pos.Fique na paz do Senhor e tenha um ótimo dia!

    ResponderExcluir
  2. Graça e paz Gilson
    Gostei muito desse texto, precisamos ter o coração voltado para a evangelização e a ação. Gostei dos três S - salvação, sabão e sopa.
    Um forte abraço
    Lucinalva
    OBS: sou irmã do Pr. Edson do Ministério shalom, também faço parte do shalom.

    ResponderExcluir
  3. Olá Lucinalva

    Esta história dos três S não é invenção minha, é de William Booth do Exército da Salvação.

    Gilson

    ResponderExcluir
  4. muito bom e que continue tendo mais visitas q osenhor abençoe muito e de muitas estrategias para atigim mais e mais pessoas em nome d JESUS amem

    ResponderExcluir
  5. Olá

    Obrigado pelo incentivo!

    Gilson Missões e Adoração

    ResponderExcluir
  6. O irmão muito obrigado por me enviar sempre estes recados, estas palavras de força e de unção ainda não tiver tempo de ler todas mas prometo que vou ler, peço oraça pelo o mistério que o Senhor Jesus nos concedeu ha estar louvando a ele que e digno de toda onra e toda glória o mistério se chama AGuIAS E FLECHAS irmão louvo Deus por tudo que ele tem feito em minha vida ! na pro cima oportunidade te envio meu testemunho ok!

    ResponderExcluir
  7. Gente, confundi as cartas! Recebi duas mewnsagens semelhantes. O assunto era o mesmo, a saber, a inquietação sobre a conscientização dos crentes da obra assistencial. A autorra deste texto não é casada com um pastor, mas sim, é diácona, apoiada pelo seu marido, que também é diácono, e apoiada pelo pastor da sua igreja.

    Uma outra irmã que enviou semelhante pedido, mas com uma carta menos expressiva, é sim esposa do pastor que lhe dá todo o apoio, mas, enfrenta dificuldade na sua congregação.

    ResponderExcluir
  8. enquanto muitas esposas e mães oram pedindo a DEUS que o marido trabalhe mais ganhe mais... eu CLAMO para que o meu seja demitido e que possamos nos envolver novamente com missões(saimos da jocum). orem por nós,lembro de uma peça que faziamos chamada a missionária onde os demonios a tiravam de missões ; mas não aceito isto e creio no governo do SENHOR

    ResponderExcluir
  9. Desde já lhe agradeço por ter me respondido, sou Missionária no Estado do Amazonas e faço Missão e Ação Social na minha Igreja e onde o Senhor me envia para falar a sua palavra estou sempre a disposição, Peço sua oração ao meu Favor e vou orar por você sei que não é facio fazer Missões. Mais é uma ordem imperativa de Deus para todos nós.
    Mais uma vez obrigada de coração pois seu material vai nos ajudar bastante.

    ResponderExcluir

Irmão ou amigo, faça seu comentário. Alguns comentários podem ser apagados..... Você tem liberdade de escrever o que quiser, porém, sua liberdade está condicionada ao senhorio de Jesus Cristo, às Santas Escrituras e aos objetivos do blog.