Pesquise em mais de 1800 postagens!

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Participe da conversa sobre Grupos de Povos Não Alcançados

Ovelhas perdidas, moedas perdidas, filhos perdidos. 
  • O que acontece quando 2 bilhões de pessoas se perdem? 
  • Quando as prioridades de Jesus em relação aos perdidos e marginalizados são ignoradas pela Sua igreja dois bilhões de pessoas também são ignoradas?
  • Quem compõe um quarto de perdidos da população?
  • Por que devemos nos importar com eles?
  • O que Deus já está fazendo no meio deles?

Povos Escondidos: No histórico Congreso Lausanne de 1974, Ralph Winter abalou o mundo evangélico destacando a existência dos “Povos Escondidos”. Esses povos foram classificados de várias maneiras e na maioria são mulçumanos, hindus, budistas e povos urbanos. Eles têm sido o foco de discussões importantes. Mesmo assim, 36 anos depois, esses povos ainda correspondem a 28% da população mundial.

Injustiça Espiritual: Quando mais de um quarto dos povos do mundo não têm oportunidade de ouvir nem ver a mensagem do amor de Deus demonstrado em ação, será que podemos chamar isso de nada menos do que “injustiça espiritual”? Quando 86% dos mulçumanos e budistas não conhecem pessoalmente um seguidor de Cristo, será que podemos simplesmente dizer que estamos cansados de ouvir sobre esses povos e estamos prontos para prosseguir para algo diferente?

Movimentos Transformacionais para Cristo: Apesar desses desafios, coisas incríveis estão acontecendo entre os povos menos alcançados em lugares como China, Sul da Ásia e África. Deus está levantando grupos multiplicadores de seguidores de Cristo, que estão transformando suas comunidades, facilitados por programas, escritório ou despesas administrativas. 

Quais mudanças radicais os ministérios tem implementado para alcançar esses povos? 
Como essas mudanças podem ser aplicadas às nossas áreas de ministério?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão ou amigo, faça seu comentário. Alguns comentários podem ser apagados..... Você tem liberdade de escrever o que quiser, porém, sua liberdade está condicionada ao senhorio de Jesus Cristo, às Santas Escrituras e aos objetivos do blog.