Pesquise em mais de 1800 postagens!

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Vietnã - DIA 18 - Calendário de Oração

População: 85,262,356
Líder político: Primeiro Ministro Nguyen Tan Dung
Religiões: 54.1% budismo, 21.8% sem religião, 16.1% outras, 8% cristãos.
Posição no rank de perseguição: 8º
Número de grupos terroristas: 1
Ações de terrorismo: 3; Casualidades: 1
Percentual de corrupção: 74%
Percentual da população que vive na miséria: 19.5%

Fonte: win1040.org

História:

VIETNÃ - País limitado ao norte pela China, ao sul e leste pelo Mar da China, pelo Golfo da Tailândia ao sudoeste, e Camboja e Laos pelo oeste. O topônimo do país foi dado em 1804, e vem da expressão em chinês viet-nam, que significa "estrangeiros do sul".
Os primeiros povos a habitarem a região, denominados "Lac", estabeleceram-se próximos ao delta do rio Vermelho. Estudos etnográficos sugerem que a cultura vietnamita antiga era composta por elementos encontrados entre muitos outros povos da região, sugerindo a intensa relação entre os Lac e seus vizinhos asiáticos.
Durante cerca de mil anos, esta região foi dominada por sucessivas dinastias do império chinês. Porém, apesar das invasões e do domínio estrangeiro, o Vietnã se manteve unido. A primeira divisão do país ocorreu em 1527, quando Dang Dung se autoproclamou senhor do Vietnã e ocupou o sul do delta do rio Vermelho. Após quase 50 anos de guerra civil, novamente Hanói e as demais regiões ao norte foram reunificadas. A segunda divisão do país ocorreu aproximadamente em 1620, quando a família nobre de Nguyen, que governavam o sul, rejeitou a soberania de Hanói.
Em 1516, navegadores portugueses inauguram a era da penetração ocidental no Vietnã, sendo seguidos principalmente por franceses e ingleses. A decisão de invadir o Vietnã foi tomada por Napoleão III, em julho de 1857, sendo motivado pelo crescimento do capitalismo francês, que gerou o conceito colonial de uma necessidade de mercados ultramarinos. Após décadas de domínio, a França foi obrigada a recuar quando forças populares comunistas (Viet-Cong) empreenderam uma guerra de guerrilha, cada vez mais bem sucedida. Desde 1950, o governo de Ho Chi Minh foi reconhecido pela China e pela URSS. Os EUA, que temiam a propagação do comunismo pela Ásia, enviaram milhares de homens em auxílio do governo francês. Em 1954, pelo Acordo de Genebra, o Vietnã foi dividido provisoriamente em duas partes, limitadas pelo paralelo 17. Era uma divisão absolutamente não-funcional. O sul ficou sem as indústrias, e o norte sem arroz. Nenhum dos dois países poderia sobreviver sem ajuda internacional. De qualquer forma, o acordo previa a reunificação, em 1956. No entanto, os EUA preferiam que o sul se mantivesse afastado da órbita de poder do comunista Ho Chi Minh. A influência norte-americana foi crescendo na região. Com o presidente Eisenhower, o conflito ganhou tônus, virando guerra abertamente com Kennedy e seu sucessor, Lyndon Johnson.
A guerra continuou com o novo presidente Richard Nixon que, sob fortes pressões internas, começou a retirar gradualmente as tropas americanas. Finalmente, em janeiro 1973 um tratado da paz foi assinado pelos Estados Unidos e por todos os três partidos vietnamitas. Neste, ficou definida a retirada completa das tropas americanas e a criação de um processo político para a definição pacífica do conflito no sul. Contudo, as forças do norte avançaram sobre o sul e, em 30 de abril de 1975, dominaram Saigon. Depois da vitória comunista, o Vietnã permaneceu dividido até julho de 1976, quando a república Socialista do Vietnã foi proclamada oficialmente, estabelecendo sua capital em Hanói.
Nos últimos anos da década de 1980 o governo vietnamita anunciou inúmeras reformas para reforçar sua economia. Assim, o Partido lançou um programa nos moldes da estratégia soviética da Perestroika. Os resultados destas mudanças foram ineficazes. Os líderes do partido anunciaram sua vontade de abandonar a ideologia marxista-leninista doutrinária, a fim de alcançar um rápido crescimento econômico, mas se negaram a dividir o poder com elementos não-comunistas. Uma nova constituição foi decretada em 1992, embora fosse vista como uma etapa para afrouxar o controle do partido do governo. Desde a queda da União Soviética, nos anos 1990, Hanói melhorou relações com a China, mas sua plena aceitação na família das nações ainda é vista com desconfiança. Atualmente, o Vietnã tem no poder o presidente Nguyen Minh Triet e o primeiro-ministro Nguyen Tan Dung.
Fonte: IBGE

Você precisa conhecer os outros países da Janela 10 x 40!

Você precisa aplicar em sua igreja slides sobre a Janela 10 x 40 (powerpoint!)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão ou amigo, faça seu comentário. Alguns comentários podem ser apagados..... Você tem liberdade de escrever o que quiser, porém, sua liberdade está condicionada ao senhorio de Jesus Cristo, às Santas Escrituras e aos objetivos do blog.