Pesquise em mais de 1800 postagens!

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Pastor Valter Gilberto Cullen - entrevista

Tio Cullen
Entrevista, com pastor Valter Gilberto Cullen, ou como ele mesmo prefere ser chamado Tio Cullen, um dos maiores evangelistas pessoais do Brasil. Esta entrevista foi publicada na terceira edição do extinto jornal “O Batista do Caminho” em setembro/outubro de 2007. Os entrevistadores foram o Bruno e o Joabe. Na época eu era um dos articulistas do saudoso jornal. Como o jornal teve pouca circulação, e a entrevista é maravilhosa, publico aqui no blog/site Missões e Adoração.

O Batista do CaminhoComo iniciou seu ministério de evangelista?
Tio CullenBem...eu tenho 56 anos de convertido, isso significa que meu ministério de evangelista propriamente dito, iniciou quando me converti, por que quando Jesus assumiu a minha vida o meu coração com o d’Ele passou a pulsar na mesma direção, e já que Ele veio buscar e salvar o que havia se perdido, esse desejo se estalou em mim, e desde então eu comecei, só que no começo, como todo começo é, sem experiência, sem saber o que dizer, eu apenas dizia que Jesus “valia a pena”, que era muito bom, de fato foi assim que começou, há 56 anos.

O Batista do CaminhoQual foi uma das suas maiores experiência como um evangelista?
Tio CullenDeus tem dado grandes experiências, mas uma das mais gratificantes ultimamente, foi o caso do Alan e da Carol.
A Carol estava na classe de batismo se preparando, e então marcamos uma visita em sua casa, para tirar algumas duvidas, bater um papo, e ela disse-me que seu marido não era crente, e tinha muitas idéias e filosofias na cabeça, então fui até sua casa pensando que ia encontrar uma “pedreira”, porém, quando cheguei lá o coração de Alan já estava preparado devido as orações de sua esposa, comecei falar de Jesus usando as quatro leis espirituais e ele abriu o coração muito fácil, e o impressionante é que duas ou três semanas de nosso primeiro contato ele já apareceu na classe de batismo, sendo batizado dois meses depois de ter sido evangelizado, e durante esse tempo ele já me deu um “neto”, falou de Jesus para um amigo, desde então com menos de um ano de convertido eu já tenho “bis-neto” que Deus abençoou através do Alan e da Carol.
Nós temos um grupo de estudo bíblico com 16 pessoas, na casa deles, já na hora de multiplicar, esse casal faz um trabalho muito interessante, em seu exercícios de caminhada pelas manhãs em volta de sua casa eles oram pelos vizinhos, e muitos estão se convertendo por causa das suas orações, o Alan está visitando a cadeia em Santa Bárbara D’Oeste-SP, todas as segundas-feiras junto com outro irmão, e eu tenho “netos”presos, risos...porque o Alan foi lá e falou de Jesus para eles, só desta história do Alan e da Carol em termos de frutos eu tenho muito para contar.

O Batista do CaminhoDurante o seu ministério de evangelista quantas pessoas o irmão já evangelizou?
Tio Cullen - Olha para não ter medo de errar eu posso afirmar que já evangelizei mais do que cinco pessoas, risos...com 56 anos de convertido, entreguei muitos folhetos, e no céu com certeza terei muitas surpresas, pessoas irão me abordar e dizer “Olha aquele folheto que você me deu, falou ao meu coração eu abri o meu coração para ao Senhor”, apesar de não te tido tempo para edificação e consolidação dessas pessoas, foi uma forma de evangelizar, como pastor preguei em muitos lugares, vários apelos, na cruzada estudantil com quatro leis espirituais pelo Brasil a fora, tenho filhos espirituais em todos os estados, “netos”,“bisnetos”e “tataranetos”, enfim com certeza foram mais que cinco.

O Batista do CaminhoCom toda sua experiência como um evangelista o que o irmão poderia dizer para as pessoas que estão iniciando o ministério de evangelistas, para ajudá-las a desenvolver o chamado?
Tio CullenQuem esta abrindo o coração para Jesus senti o mesmo desejo que senti quando me converti, de que outros também fazem a decisão, este é o primeiro desejo que a pessoa tem, um parente, um amigo, isso é uma grande verdade e também um grande comprovante que Jesus entrou em seu coração.
Para quem esta iniciando agora no ministério, diria para que fique observando as pessoas, cole em alguém que você veja que compartilhe com simplicidade, as pessoas param para ouvi-la, a melhor maneira de colocar em pratica o evangelismo é aprender com alguém que faça isso, então segue o modelo.

O Batista do CaminhoQuando falamos de evangelismo estamos falando de amor pelas almas, o que o irmão senti quando uma pessoa abre o coração para Jesus?
Tio CullenJesus disse em João 10: 10b “...eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundancia”. A maioria dos cristãos não entendem o que é vida em abundancia, se você deseja experimentar essa vida, fale de Jesus para os outros, quando você ajuda alguém entender e aceitar a Cristo, você experimenta o gozo que é o gozo do céu na terra.

O Batista do CaminhoComo o irmão define a palavra evangelismo para os nossos leitores?
Tio CullenEu não vou querer aqui ensinar o pai nosso para o vigário, pode ser que algum professor de seminário leia e não goste muito da minha definição, mas para mim evangelismo é falar de Jesus, falar de Jesus de uma maneira simples, clara, amorosa e cheia de unção, até que a pessoa entenda e abra o coração para Jesus.

O Batista do CaminhoComo o irmão vê a igreja no Brasil e no mundo, em relação ao evangelismo?
Tio CullenA igreja é um reflexo daquilo que o pastor é, se o pastor não evangeliza a igreja também não vai evangelizar, a igreja não faz aquilo que o pastor manda, ela faz aquilo que o pastor faz, então de um modo geral agente vê uma apatia muito grande com relação ao evangelismo, pouca gente evangelizando, porque se não tem na pessoa do pastor um modelo a seguir ela não vai evangelizar.

O Batista do CaminhoPara obter um evangelismo de êxito quais os principais passos a tomar?
Tio CullenO principal passo a tomar consiste em simplesmente tomar a iniciativa de compartilhar a Cristo no poder do Espírito Santo deixando os resultados com Deus.

O Batista do CaminhoQual seriam as maiores dificuldades que um evangelista pode enfrentar e como vencê-las?
Tio Cullen Um “bom obstáculo” para deixar de evangelizar é quando estar muito frio, ou muito calor, ou quando esta cansado, ou esta doente, ou quando se estar na carne, pois, quando você esta na carne, você esta na força do seu eu, você não vai querer saber de evangelizar, vai querer plantar batata ou qualquer outra coisa, menos evangelizar, ou seja o primeiro obstáculo é você mesmo, mas se você esta cheio do espírito, você esta cheio de amor pelas almas, você quer evangelizar, e sai evangelizando até poste e sombra, agora lá fora você encontra a resistência que o diabo provoca, de fato as pessoas todas indistintamente tem fome de Deus, até o ateu que diz “eu sou ateu graças a Deus”, ele também tem fome de Deus, quando você chega para evangelizar a primeira coisa que as pessoas pesam é que elas mudem de religião, então a religião se torna um tremendo obstáculo, mas quando você vai como eu costumo ir evangelizar, não levo nada. O cara olha para mim e diz “Esse não é crente, him velho ainda...é inofensivo”. Então eu vou e despejo amor em cima das pessoas e depois uma “bicadinha” sobre Jesus, quando eu vou vê já estamos conversando, os obstáculos podem ser vencido com um pouquinho de diplomacia vida cheia de espírito e cheia de amor.
Mais quando você vai na capacidade de Deus, primeiro você bate na porta certa se dirige a pessoa certa, por isso de um modo geral, para evangelizar primeiro você fala com Deus sobre as pessoas e depois então você vai falar de Deus para as pessoas. Quando você na linguagem de Paulo a Filemon vai cheio de Espírito, e vive cheio do Espírito as pessoas vêem em você aquilo que elas desejam para elas mesmas, então elas estão prontas para ouvir e para aconselhar e quase sempre aceitar a Cristo que você prega.

O Batista do CaminhoSabemos que Jesus é e sempre será o seu maior referencial, porem, alguma outra pessoa teve uma influencia em seu ministério?
Tio CullenOlha, em minha vida esta cheia de referenciais, mais eu queria assim respondendo sua pergunta sem pensar muito, pesar em duas pessoas, primeiro meu pai, quando meu pai se converteu percebi mudança na vida dele e desejei experimentar na minha, a principio estava meio resistente mais o Jesus que mudou a vida dele eu queria que mudasse a minha também, isso foi o ponto de partida para minha conversão, então ele sempre foi o meu referencial, com as falhas dele e os defeitos todos, e no sepultamento dele disse para as pessoas presentes que meu pai seguia vivendo através de mim.
Agora um outro referencial mais recente foi Bill Bright, presidente e fundador da Cruzada Estudantil e Profissional para Cristo, aquele para quem Deus deu as quatro leis espirituais, lendo sobre o homem e depois conhecendo-o pessoalmente eu vi nele alguém muito parecido com Jesus, eu tive o privilegio de sentar aos pés dele no treinamento em que recebi, ouvir ele pregar muitas vezes, sentei em seu escritório, era um ambiente onde o Espírito Santo estava agindo com simplicidade e beleza e grandeza, fui convidado para jantar na casa dele um dia e vi sua família, e vi Bill Bright abordar pessoas e conversar em diversas circunstancias, nunca vi ele perder oportunidade, então pelo que ele viveu e experimentou, o que ele ensinou, foi um tremendo referencial para mim.

O Batista do Caminho - Que mensagem o irmão deixaria para os nossos leitores que não experimentaram o amor de Jesus?
Tio CullenO Recado de uma forma bem simples e clara é dizer para aqueles que não tem a Jesus que eles são muito importante para Deus e a prova disso é que Jesus morreu por eles, o desejo do Senhor é que cada um viva uma vida completa, de propósito, uma vida feliz, e o que atrapalha esse tipo de experiência é o pecado, porque o pecado separa o homem de Deus e coloca o homem tão separado por um abismo de separação que ele não consegue transpor com as suas obras com a sua religião, nem com sua filosofia de vida, por isso é que Jesus veio, e deu a vida por nós, morreu, foi sepultado, venceu a morte para nos dar vida, Ele diz em sua palavra, EU sou o caminho a verdade e a vida. E vem a cada coração e diz eis que estou a por e bato se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta EU entro, então se orar é falar com Deus tudo que uma pessoa precisa é abrir seu coração para Deus, e dizer a Ele que precisa do seu amor, agradecê-lo por aceitar como você é, e dizer: cuida de mim em nome de Jesus.


A foto foi retirada daqui.

2 comentários:

  1. Pastor meu nome é Rose gostaria de saber se o senhor morou aqui em sp no ano de 1994 mais ou menos nesta epoca e se sua esposa se chama Clevia abço Rose

    ResponderExcluir
  2. oi pastor valter gilberto meu nome e marlene tenho 14 anos nao o coesso mais e sepre bom sader de obas que vc faz e de poder aprender.

    ResponderExcluir

Irmão ou amigo, faça seu comentário. Alguns comentários podem ser apagados..... Você tem liberdade de escrever o que quiser, porém, sua liberdade está condicionada ao senhorio de Jesus Cristo, às Santas Escrituras e aos objetivos do blog.