Pesquise em mais de 1800 postagens!

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Tensão no Sudão contra cristãos e até entre o Islã

Exército da  SPLA
A tensão no Sudão e o envolvimento de cristãos. Até a eleição é motivo para crescer o conflito naquele país, não somente contra cristãos, mas também, contra o próprio Islã. O texto abaixo foi extraído da agência Fides.

Novas tensões no Sudão depois das eleições de 11-15 de abril, que re-confirmaram o Presidente Bashir. Em 7 de maio, durante uma emboscada no sul de Darfur, foram mortos dois soldados egípcios da força de paz conjunta ONU-UA (UNAMID).

O comboio das forças de paz, com três veículos e 20 militares, caiu em uma emboscada nas redondezas da aldeia de Katila. Além dos dois militares mortos, outros três soldados ficaram feridos.


O chefe da UNAMID, Ibrahim Gambari, condenou o ataque contra as forças de paz egípcias e frisou que “a UNAMID está determinada a desempenhar seu mandato a serviço da paz”, e pediu ao governo sudanês que identifique, capture e leva à justiça os culpados. Aumenta, no sul do Sudão, a tensão entre o Movimento/Exército de Libertação do Povo Sudanês (SPLM/A), que controla o governo semi-autônomo da região, e uma facção dissidente que se separou do movimento, liderada por George Athor Deng, ex vice-chefe de Estado Maior do SPLA. Athor havia se apresentado como candidato independente ao cargo de governador do estado de Jonglei (um dos estados do sul do Sudão), contra o candidato do SPLM, que foi vencedor. Ahor não aceitou a derrota eleitoral e acusou o adversário de ter recorrido a fraudes. Athor foi acusado pelas autoridades do sul do Sudão de fomentar o ataque de 30 de abril contra uma base do SPLA, que causou a morte de 8 soldados. Athor afirmou que seus homens se negaram a executar o mandato de prisão contra ele, emitido pelas autoridades do sul do Sudão. Segundo o general rebelde, suas tropas entraram em confronto com os militares do governo e ameaçou, afirmando que seus homens responderão com a força se forem novamente atacados.

Estas declarações constituem uma nova escalada de tensão entre o ex-candidato independente a Governador de Jonglei e o governo do sul do Sudão.

Em 5 de maio, 26 pessoas morreram em atritos entre as tribos de Nuer e Dinka, no estado de Warrap, sempre no sul do Sudão. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão ou amigo, faça seu comentário. Alguns comentários podem ser apagados..... Você tem liberdade de escrever o que quiser, porém, sua liberdade está condicionada ao senhorio de Jesus Cristo, às Santas Escrituras e aos objetivos do blog.