Pesquise em mais de 1800 postagens!

sábado, 1 de maio de 2010

5 estágios do declínio de um ministério

Jim Collins (fonte: site "pessoal" dele).
Por que Ministérios abençoados caem? Por que igrejas caem em declínio?

Ação do diabo? Com certeza!!
Erro dos líderes? Com certeza!!

Jim Collins é um estudioso do comportamento de grandes empresas e sobre liderança. Escreve livros na área empresarial, questionando capacidade, liderança, vontade, etc. Muito interessante. É considerado um "guru" na área, evidentemente, sem a esfera espiritual que este termo denota. Em seu último livro, How the Mighty Falls (tradução em andamento no Brasil - no prelo, como costumávamos falar antigamente...), Jim Collins descreve 5 estágios da queda de uma corporação.

Podemos adaptar estes estágios visando uma igreja ou ministério. Não que uma igreja seja uma empresa, porém, alguns pastores são chamados de líderes e alguns discípulos são chamados de liderados.... Veja os estágios e compare com igrejas que você já viu desabar:

1° Estágio: Ocorre quando os líderes subestimam os problemas e superestimam a autoconfiança. Exageram na capacidade e desprezam as situações problemáticas.
2° Estágio: Surge nos líderes uma necessidade constantede se mostrarem capazes! Para mostrar a capacidade elaboram projetos cada vez mais ambiciosos e maiores! Custe o que custar! Independente das consequências.
3° Estágio: Tudo isto gera no círculo de amizade da liderança um desconforto. Pessoas começam a alertar os líderes que acabam ignorando ou minimizando tais informações.
4° Estágio: Os líderes percebem os problemas, mas, reagem através de artifícios, sem tocar o problema. Tocar o problema geraria desconforto! A posição de Fulano seria comprometida...
5° Estágio: O líder se rende. Vai levando. Numa igreja, o pastor/líder joga todos os problemas nas mãos de Deus, como se o diabo fosse o culpado de tudo. Isentam-se de culpa e aguardam uma "solução divina".

O que Collins escreveu é bem parecido com o meu artigo sobre a Visão Celular no Modelo dos 12 e sobre a relação tumultuosa entre Mestres e Profetas durante a história da Igreja (por exemplo, Tertuliano!).

Baseado no artigo de Gordon MacDonald sobre o livro How the Mighty Falls de Jim Collins.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão ou amigo, faça seu comentário. Alguns comentários podem ser apagados..... Você tem liberdade de escrever o que quiser, porém, sua liberdade está condicionada ao senhorio de Jesus Cristo, às Santas Escrituras e aos objetivos do blog.