Pesquise em mais de 1800 postagens!

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Tudo ou nada - parte 2

Neste mês de abril resgatarei alguns estudos para células que fiz para a minha ex-igreja nos idos de 2004-2006. São estudos comentados ou apenas esboçados que fiz para auxiliar os demais líderes de células, para que eles dessem alimento sólido em suas células.

Aproveitem e não deixem de comentar!

Texto-base: Ezequiel 18:1-22.

Introdução: No estudo anterior vimos o capítulo 16, onde os crentes que não buscam a santidade são comparados à cidade de Jerusalém, quando esta era infiel e idólatra. Jerusalém passou de aborto a esposa e de esposa a prostituta. Foi severamente punida por isso. Neste estudo veremos a responsabilidade do crente em buscar a santidade. Todos fomos chamados para sermos santos. Santidade não é opção, é mandamento. Veremos neste capítulo de Ezequiel que a responsabilidade é pessoal. A alma que pecar, essa morrerá.

Versículos 1 a 3: Parábola contada em Israel nessa época. "Os pais comem uvas verdes e são os dentes dos filhos que se embotam" (dente desgastado, sem sensibilidade), querendo dizer com isso que a geração atual estava levando a culpa pelos pecados da geração anterior. Deus vai contra esta parábola que os israelitas contavam.



Versículo 4: Declaração de Deus: Todas as almas são dEle. A alma que pecar (e continuar pecando) vai morrer.

Versículos 5 a 9: Deus fala do caminho do justo para viver: - fazer justiça e juízo (vs. 5);
- não comer nada sacrificado aos ídolos (vs. 6); - não honrar tais ídolos (vs. 6);
- não adulterar e prostituir-se (vs. 6);
- não oprimir as pessoas (vs. 7);
- saber administrar o dinheiro (vs. 7 e 8a,b);
- não roubar (vs. 7);
- ajudar o necessitado (vs. 7);
- avaliar as pessoas com amor (vs. 8);
- andar segundo a Palavra de Deus (vs. 9);
- guardar os mandamentos (vs. 9);
- viver em verdade (vs. 9);

Versículos 10 a 20: Se o justo descrito acima gerar um filho injusto, este filho vai morrer. Seu sangue estará sobre ele. A responsabilidade é pessoal (vs. 10 a 13). Se este injusto gerar um filho justo, este filho viverá. (vs. 14 a 18). Aqui vemos a explicação. A justiça do justo ficará sobre ele e a impiedade do ímpio ficará sobre ele também (vs. 19 e 20)

Versículos 21 a 29: Deus nos ama. Enviou Jesus para nos salvar. Se O aceitarmos como Senhor e Salvador de nossas vidas seremos salvos. Porém, se nos rebelarmos, se quisermos continuar pecando da mesma forma que antes, sofreremos a devida punição. Se estamos em pecado, se somos coniventes (concordamos) com ele, estamos nos desviando da justiça, portanto, passamos a ser injustos. (vs. 26). Os nossos pecados fazem separação entre nós e nosso Deus. Jesus é o elo de ligação entre nós e Deus. Deus nunca nos lançará fora. Ninguém nos separa do amor de Deus, contudo, se alguém se desvia, se rebela, se tal pessoa afasta-se dos caminhos do Senhor,   Deus não se lembrará das justiças que ela fez. Ela está em pecado  (vs.  24  ). Contudo, se tal pessoa se arrepender, Deus a aceitará e ela viverá  (vs.  27 e  28). O arrependimento é a chave para continuarmos na bênção. Isto é santidade:

  • arrepender-se dos pecados; 
  • buscar reconciliação com o nosso Deus através do sangue de Jesus Cristo; - parar com a vida de pecado (até mesmo com os pecados prediletos); 
  • lembrar-se que não somos pecadores lutando para sermos santos, mas sim, santos lutando contra o pecado; 


Conclusão: Líder, reveja sua vida espiritual. Como você está? Tem orado, lido a Palavra TODOS os dias? Está  em  Santa  convocação?  Você  é  uma  bênção!  Uma  sugestão  para  encerrar  a  célula:  Declare  os versículos 30 a 32 para seus discípulos. Faça com que eles se quebrantem no poder do Espírito Santo. Faça uma lista de pecados e comece a declará-los durante a ministração, para que haja arrependimento. Tudo ou nada. Tudo (viveremos!) ou nada (morreremos!). Tudo (santidade!) ou nada (pecado!).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão ou amigo, faça seu comentário. Alguns comentários podem ser apagados..... Você tem liberdade de escrever o que quiser, porém, sua liberdade está condicionada ao senhorio de Jesus Cristo, às Santas Escrituras e aos objetivos do blog.