Pesquise em mais de 1800 postagens!

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Tudo ou nada - parte 1

Neste mês de abril resgatarei alguns estudos para células que fiz para a minha ex-igreja nos idos de 2004-2006. São estudos comentados ou apenas esboçados que fiz para auxiliar os demais líderes de células, para que eles dessem alimento sólido em suas células.

Aproveitem e não deixem de comentar!

Texto base: Ezequiel 16:1-14

Introdução: Estamos em santa convocação, temos que mortificar a nossa carne. Precisamos mudar de atitude. É tudo ou nada. Ou andamos em santidade ou andamos com o inimigo. Vamos ver o exemplo da cidade de Jerusalém. Neste capítulo Jerusalém é comparada a um aborto, nenê, moça, esposa e prostituta.

 1) De aborto a esposa (Ez. 16:1-14) - a nossa origem foi em pecado (vs. 2); nossa condição eterna era o eterno afastamento do Senhor (vs. 3 e 4). Deus nos amou e começou a transformarnos  (vs.  6). Deus nos deu abundância  (vs.  7). Deus se apaixonou por nós e fez uma aliança conosco  (vs.  8).  Deus  nos  preparou,  adornou  e  nos  reservou    para  sermos  de  propriedade exclusiva dEle (vs. 9 a 14).


2) De esposa a prostituta (Ez. 16:15-34) - Jerusalém usou das próprias bênçãos que Deus deu para se prostituir. Prostituição aqui é a prostituição espiritual. É trairmos Deus com outros deuses  (vícios,  pornografia,  ganância,  adultério,  mentira,  preguiça  etc.).  Prostituição:  usar  as bênçãos que Deus deu para nos afastarmos do próprio Deus!
a) confiar na formosura - soberba (vs. 15a); 
b) corromper-se por causa da fama - orgulho (vs. 15b); 
c) pegar das vestes e adornar ídolos - retirar as vestes de santidade (vs. 16); 
d) pegar das jóias e ouro e construir ídolos - gastar o dinheiro naquilo que não convém (vs. 17); 
e) pegar de vestes bordadas e dar aos ídolos - esforçar-se por coisas vãs (vs. 18a); 
f) pegar do óleo de unção e dar aos ídolos - perder a unção (vs. 18b); 
g) pegar do perfume e dar aos ídolos - a podridão começa a tomar conta (vs. 18c); 
h) pegar do pão e dar aos ídolos - abandonar a leitura da   Palavra de Deus (vs. 19a); 
i) pegar a farinha e dar aos ídolos - leituras inconvenientes e indecentes (vs. 19b); 
j) pegar do óleo e dar aos ídolos - receber a “unção” de demônios   (vs. 19c); 
k) pegar do mel e dar aos ídolos - adocicar a boca com o gosto do pecado sem pensar nas conseqüências (vs. 19d); 
m) pegar dos filhos e dar aos ídolos - não evangelizar, consolidar e discipular (vs. 20 e 21); 
n) não ter memória - ingratidão ou tapa na face de Deus (vs. 22); 
o) e assim por diante (vs. 23 a 35). 
Ao contrário das prostitutas que recebem dinheiro pelo que fazem, o prostituto espiritual paga ao invés de receber (vs. 33). Essas coisas afastam os crentes de Deus e abrem o caminho para ação de demônios que se vingarão deles.

3)  Punição  pela  infidelidade  (Ez.  16:35-59)  -  Por  causa  da  infidelidade,  Deus  trouxe  a punição  a  Jerusalém,  assim  também  é  conosco.  Recebemos  punições  pelo  nosso  ato  de prostituição  espiritual.  A  dor  vem.  É  a  conseqüência  natural  e  espiritual  das  atitudes  (lei  da semeadura e colheita). Os versículos 58 e 59 trazem o resumo das punições.

4) Misericórdia de Deus (Ez. 16:60-63) - Se nos arrependermos, se voltarmos dos nossos maus caminhos, se buscarmos a Deus, Ele se achegará a nós. Nos perdoará e nos reconciliará com Ele.

Conclusão: Amado líder.Verifique sua vida. Analise sua vida espiritual. Como você está? Aquelas áreas citadas na segunda parte, você se encaixa em algumas delas? Chore, humilhe-se, achegue-se a Deus. Busque-o. É tudo ou nada. Não dá mais para ficarmos brincando de ser crente. Quebrante seu coração para aí, então, com muito amor, chegar diante de seus discípulos e ministrar na unção poderosa do Senhor. Você é pai de multidões!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão ou amigo, faça seu comentário. Alguns comentários podem ser apagados..... Você tem liberdade de escrever o que quiser, porém, sua liberdade está condicionada ao senhorio de Jesus Cristo, às Santas Escrituras e aos objetivos do blog.