Pesquise em mais de 1800 postagens!

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Orando as Notícias - Dave Butts


 Foi meu pai quem primeiro abriu a porta para que eu olhasse os acontecimentos do mundo como relacionados à Palavra de Deus e ao desdobramento dos seus propósitos no planeta Terra. Tem sido uma aventura alegre e fascinante acompanhar as notícias na televisão ou no jornal e vê-las como algo muito além do que a descrição de acontecimentos que estão fora do meu controle. Ao contrário, os próprios fatos reais que acontecem ao nosso redor são uma clara indicação de que Deus está de fato no controle de tudo.

 Na grande maioria das vezes, os cristãos sentem-se impotentes e à mercê de um mundo muito vasto. Ver ou ler o relato de acontecimentos nacionais ou internacionais pode parecer um exercício fútil ou, pior ainda, causar uma sensação de ansiedade e de tristeza. Uma das maneiras de lidar com isso é simplesmente isolar-se do mundo. Você pode desligar a televisão na hora do noticiário e parar de ler jornais e revistas. Com isso, você pode sentir um alívio temporário, mas com certeza não contribui em nada para mudar a situação.

 Há uma saída melhor. Ela envolve um compromisso de mudar seu mundo através da oração. Tudo começa quando você vê o compromisso de Deus com a oração como o instrumento divino de mudança. Você começa a se enxergar como um ator no palco do mundo. Ao invés de ser um mero observador passivo que nada pode fazer senão preocupar-se, ou de tentar ignorar tudo e esconder-se, você começa a entrar em ação significativa para chamar o poder de Deus para influenciar as situações em curso no mundo. Em outras palavras, você ora!

 Ao longo da história da Igreja, as orações de homens e mulheres foram usadas por Deus para mudar o fluxo dos acontecimentos e alterar o que poderia ter ocorrido. Uma das instâncias mais dramáticas em que isso aconteceu foi durante a Segunda Guerra Mundial, e envolveu um pequeno grupo de intercessores na Inglaterra sob a liderança de Rees Howells. Vez após vez, Deus os levou a orar sobre batalhas e situações específicas, a respeito das quais não tinham conhecimento algum por meio dos sentidos naturais. Em diversas situações, o Senhor usou as orações deles para garantir a vitória e alterar o rumo da história humana.

 Obviamente, num caso como esse, as orações não trouxeram a vitória sozinhas. Homens e mulheres em lugares perigosos estavam batalhando em lutas ferozes, e alguns tiveram de pagar o preço supremo. Mas as orações de Rees Howells e do grupo de intercessores trouxeram o poder de Deus para dentro da batalha e alteraram a história. Para uma leitura mais abrangente a respeito dessa história maravilhosa, eu recomendo o livro de Norman Grubb, Rees Howells, O Intercessor, Editora Betânia [disponível nas livrarias cristãs e também na Fundamentos Editora,www.revistaimpacto.com ou (19)3462-9893].

 A maioria de nós não se sente um “transformador do mundo”. Queremos apenas vencer nossas próprias batalhas, a cada dia. Mas Deus nos ofereceu uma tremenda oportunidade de nos unirmos a ele em intercessão e ver o seu poder produzir transformação. Basta tão-somente uma mudança de atitude e um jeito diferente de reagir às notícias.

 A mudança de atitude é provavelmente o mais difícil. Se acreditarmos em Deus, então nossa atitude começará a nos deslocar de uma posição passiva para uma proativa. Em vez de sentar e lamentar pelas coisas que vimos ou lemos nos noticiários, começaremos a orar para provocar mudanças. Uma atitude transformada – concordando com Deus que “alguém” precisa fazer alguma coisa e que ele (Deus) é provavelmente o melhor “alguém” - nos levará a orar seriamente.

 Essa atitude transformada nos levará a redimir o tempo que estamos usando para nos manter informados a respeito dos acontecimentos nacionais e mundiais. Começaremos a encarar os noticiários como oportunidades importantes de oração. Ao invés de receber passivamente as notícias, entraremos em intervenção agressiva. Ou, em outras palavras, em oração! Este é um exemplo de oração intencional. Não é algo que acontece acidentalmente. Tome a decisão de considerar os noticiários como um evento de oração.

 Peça ao Senhor para orientá-lo enquanto ora. Em muitas ocasiões, reagimos aos acontecimentos dizendo a Deus o que ele deveria fazer, quando, na verdade, ele não está pedindo nosso conselho. O que ele realmente está procurando é por nossa cooperação com ele na liberação do poder divino dentro das situações atuais.

 Por isso, a melhor pergunta que podemos fazer-lhe é: “Deus, o que estás fazendo nesta situação?”. Peça que ele o faça ver os fatos da perspectiva dele. Quando isso acontecer, coisas que antes não o perturbavam podem agora levá-lo a profunda dor no coração. Outras coisas que o deixavam irritado agora ficam sem importância. Os caminhos de Deus estão muito acima dos nossos! Ore de acordo com o coração de Deus sobre os acontecimentos que está acompanhando.

 Pergunte ao Senhor se existem algumas medidas práticas que você possa tomar como resultado do que viu e da maneira como orou. A oração é sempre o primeiro passo, mas raramente é o último. Talvez você deva escrever uma carta para alguém envolvido numa determinada notícia. Você pode sentir um toque de Deus para doar dinheiro para alguém ou para alguma causa. Pode haver medidas práticas para sua família, especialmente no sentido de prepará-la para dias difíceis que virão pela frente. Vigilância em oração pode ajudá-lo a ser um servo mais eficaz nas mãos do Senhor.

 Finalmente, é claro que você deve observar as notícias através das lentes da Bíblia. À medida que dedicar maior atenção às Escrituras proféticas, com frequência se lembrará de alguma passagem bíblica relacionada à notícia que está acompanhando. Nunca me esquecerei do dia 6 de junho de 1967. Eu estava com quase 14 anos. Meu pai estava vendo as notícias na televisão e me chamou para assisti-las com ele. Apontando para o programa que relatava como as forças de Israel haviam tomado posse do Monte do Templo e do restante da cidade de Jerusalém, ele disse: “Você acaba de ver o cumprimento de uma profecia da Bíblia. Jesus disse que Jerusalém seria pisada pelos gentios até que se cumprisse o tempo dos gentios. Agora você o viu com os próprios olhos”. Aquela foi para mim uma poderosa demonstração de como se deve ver as notícias através de olhos bíblicos.

 “Pai, dá-me olhos para ver o que está acontecendo ao meu redor. Ajuda-me a ver as coisas a partir da tua perspectiva. Tomo a decisão de utilizar o tempo em que estou exposto às notícias de todo o mundo como valiosas ocasiões de intercessão. Ajuda-me a ser disciplinado para orar enquanto assisto à TV ou leio jornais e revistas. Mostra-me como tu queres que eu ore. Dou graças por permitires que eu seja parte daquilo que estás fazendo no mundo hoje.”
Se quiser ler outros artigos de Dave Butts (em inglês), visite www.harvestprayer.com



Fonte: O Arauto da Sua Vinda, Ano 26 nº 6 - Novembro/Dezembro 2008

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão ou amigo, faça seu comentário. Alguns comentários podem ser apagados..... Você tem liberdade de escrever o que quiser, porém, sua liberdade está condicionada ao senhorio de Jesus Cristo, às Santas Escrituras e aos objetivos do blog.