Pesquise em mais de 1800 postagens!

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Dossiê de Oração: Afeganistão


AFEGANISTÃO
 

População: 33.609.937
Líder político: o presidente Hamid Karzai
Cristãos: 0,03%
Religião Dominante: Islamismo sunita
Perseguição Ranking: 4
Número de grupos terroristas: 16
Atos de Terrorismo: 1.056

Vítimas: 1.725
Percentual de Corrupção: dados insuficientes 
Percentual de pessoas na pobreza: 53%

República Islâmica do Afeganistão. Esse o nome oficial deste país e, por si só, fala sobre a atmosfera espiritual dele. Embora as tropas da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), as tropas estão atualmente nesta região, o terrorismo é galopante e a atitude em relação ao cristianismo pode ser resumida em uma palavra: hostil.


Aproximadamente 98% da população do Afeganistão é muçulmana sunita. Algumas práticas religiosas além do Islamismo ocorrem no país, por exemplo, o xamanismo e o zoroastrismo. Desde os tempos antigos, esta nação do interior do continente asiático (sem litoral) tem sido conhecido como o cruzamento da Ásia. Tem hospedado escaramuças e várias guerras prolongadas. A fortaleza das nações da Janela 10/40, a história desta parte da Ásia Central pode ser melhor descrito como uma constante
ciclo de invasões e conquistas de nações e reinos vizinhos.


Nos tempos modernos, o país tem uma variação política que vai da monarquia para a democracia, daí para o marxismo, volta para a ditadura, e hoje retorna para a democracia. Pelo menos essa é a nossa esperança! Os soviéticos invadiram em 1979 e, após dez anos de sangrento conflito, finalmente desistiram. O vazio de violência foi rapidamente preenchido pela guerra civil, e os talibãs tomaram o controle em 2001. Sanções levantadas pelas Nações Unidas, mergulhou a economia, já fragilizada, em maior pobreza e isolamento.

TERRORISMO / PERSEGUIÇÃO
Sob o governo do Taliban, a Sharia (lei islâmica) foi implementada nacionalmente. De acordo com a Operação Mundo, os talibãs, em sua prática da lei da Sharia, realizaram a mais estrita interpretação do Islã no mundo. Roupas e comportamentos eram rigidamente controlados, e ninguém violava essas regras, caso contrário, eram rápida e severamente punidos. Toda a liberdade religiosa foi cerceada. Qualquer um que escolhesse seguir a Jesus foi considerado um apóstata e enfrentou uma possível sentença de morte.


Embora a derrubada do governo Taliban trouxe mudanças para o Afeganistão,
este tipo de perseguição feroz não terminou. O Taliban continua a causar estragos com a venda de papoula e o comércio do ópio angaria fundos para comprar armas e suprimentos. A polícia não prende mais cristãos, porém, eles geralmente permitem que os membros da comunidade lidem com os "apóstatas" como a Sharia determina, sem interferência.

Em janeiro de 2008, o conselho islâmico do país exigiu que o presidente pare de receber grupos de ajuda humanitária estrangeiros, pois, segundo eles, essa ajuda é uma tentativa de difundir o cristianismo. Apelaram também para a reintrodução de execuções públicas, como era norma sob o regime talibã.


LOUVE

  • Embora o conflito civil em curso trouxe uma grande perda de vidas e sofrimento para o povo do Afeganistão, também abriu a porta para o evangelismo. Muitas organizações cristãs  aproveitaram esta oportunidade e é extremamente necessário fornecer ajuda humanitária e ajuda espiritual. Reino de Deus está sendo tanto pregado como demonstrado, e a igreja existente no Afeganistão está crescendo!
  • Segundo uma fonte, havia apenas 17 crentes conhecidos em todo o país em 2001. Hoje, estima-se mais de 10.000.
  • Como afirma o relatório de Joel Rosenberg, os muçulmanos afegãos estão abertos para ouvir o Evangelho como nunca antes [Joel Rosenberg, Epicenter, Carol Stream, IL: Tyndale House Publishers, 2006, p. 211.]
  • Dezenas de batismos ocorrem a cada semana. As pessoas estão adquirindo Bíblias e outros livros cristãos tão rápido quanto eles podem ser impressos ou trazidos para o país.


ORE

  • Ore por cristãos no Afeganistão para se manterem firmes contra a perseguição e para o crescimento físico da Igreja para superar a oposição religiosa e espiritual. (Tiago 1:2-4).
  • Ore por Unidade no Corpo de Cristo.
  • Ore por proteção para os mártires no Afeganistão (aqueles dispostos a morrer por Cristo), tornando-as testemunhas ousadas para o Senhor (Atos 1:8).
  • Ore para que eles sejam tanto invisíveis como invencíveis para o inimigo.
  • Ore por um amolecimento do coração entre aqueles que abrigam ódio contra Jesus Cristo e Seus seguidores. (Mateus 5:44). 
  • Ore para Deus se revelar aos grupos talibãs que estão operando nesta terra.
  • Ore para Ele mudar o governo para longe do Islã e da Sharia e em direção à  graça e à misericórdia encontrada em Jesus Cristo. (Salmo 85:9,10).
  • Ore por um fim imediato da escravidão do Islã e para a Luz de Deus brilhar sobre os que estão vivendo na escuridão. (Lucas 1:79).
  • Ore por um fim imediato de todos os atos de terrorismo e para que as fontes que financiam os
    terroristas parem de fazer isso imediatamente, e seus recursos sejam utilizados para fazer avançar o Reino de Deus na terra como no céu. (Mateus 6:10).
  • Ore para os envolvidos no planejamento e execução de atos terroristas sejam rapidamente ser levados à justiça.
  • Orai pela paz de Deus a fluir como um rio por meio desta terra sedenta.
  • Orem para a "Encruzilhada da Ásia" se tornar uma chama de revitalização e um despertar que se fará sentir em todo o mundo muçulmano. (Salmo 105:41).

Fontes: World Factbook; Joshua Project; George Otis, Jr., ed., Redutos da Janela 10/40, (Seattle, WA: YWAM Publishing, 1995), p. 14.; Patrick Johnstone e Jason Mandryk, a Operação Mundo: 21 Century Edition (Waynesboro, GA: E.U.A. Paternoster, 2001), p. 6l.; Joel Rosenberg, Epicentro, (Carol Stream, IL: Tyndale House Publishers, 2006), p. 211. 


Original em inglês aqui (Window International Network). 


Mais sobre o Afeganistão aqui no Blog Missões e Adoração.

3 comentários:

  1. com o passar de algum tempo na minha vida comecei a me envolver com o projeto missionario,sempre que eu passava perto de alguem que sentia aquela vontade de evangelizar eu voltava e falava de Jesus de uma forma que quando voltava para minha casa sentia que Deus queria mais de mim e orando e pedindo ao Senhor dircenimento pra entender o que estava acontecendo comigo o Senhor me levou varias vezes na palavra e confirmava os sonhos e projetos dele para comigo,em Ezequiel capitulo 2 do verciculo 1 ao 8...tambem em Ezequiel 33 e assim o Senhor foi se revelando a mim. hoje no mkomento evangelizo na minha cidade mas pesso ao Senhor que se for preciso por amor ao nome dele eu faço missoes em qualquer lugar no mundo pra mim nao importa se terei que passar fome sede ou ate morrer,mas se for em nome de Cristo EU VOU!!!!

    ResponderExcluir
  2. somos todos chamados como missionarios.desde o momento que aceitamos a cristo.o que falta em muitos é a pratica da missão o idé.é graças a Deus que ele mim despertou para isso.que jesus continue nos dando forças e nos usando.

    ResponderExcluir
  3. Posso vêr que existiram muitas perseguições,guerras,conflitos,mortes só por falar do amor de jesus e só a misericódia de Deus para com os homens.Hoje em dia ainda existem conflito,lutas,guerras espirituais..encontramos servos de Deus que não tem medo e saem a evangelizar de várias maneiras:através de blogs etc. este é um belo exemplo.Satanás veio ao mundo para:roubar,matar e destruir Porém Deus veio ao mundo para que tivéssemos vida e vida. Deus disse: ao que vencer darli-ei a coroa da vida e disse mais-Eu vencí o mundo!!no mundo tereis aflições mas tende bom ânimo!!A cada dia que passa Deus tem falado aos nossos corações,demos graças a Deus por isto.É hora de acordar!!!A vida terrena é curta porém a vida Eterna a palavra por sí só já explica-Eternidade com Deus,Amém.

    ResponderExcluir

Irmão ou amigo, faça seu comentário. Alguns comentários podem ser apagados..... Você tem liberdade de escrever o que quiser, porém, sua liberdade está condicionada ao senhorio de Jesus Cristo, às Santas Escrituras e aos objetivos do blog.