Pesquise em mais de 1800 postagens!

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

A Cruz de Cristo - As duas cruzes

Estudo de célula que fiz em 2004 para minha igreja.

Introdução:
Esta é uma série de 14 estudos sobre a importância da cruz de Jesus Cristo. Ela foi baseada no livro “Encontro” do Pr. César Castelhanos e do livro “Ele escolheu os cravos” de Max Lucado. O objetivo principal dessa série de estudos é o crescimento espiritual do discípulo, o correto entendimento e compreensão do amor de Deus e do sacrifício de Jesus Cristo. Vamos acompanhar alguns momentos da prisão, julgamento, condenação, crucificação, morte, sepultamento e ressurreição de Jesus.

Texto base: Lucas 23:39-43.

Desenvolvimento do Estudo:
Duas pessoas muito parecidas crucificadas ao lado de Jesus: ambos eram ladrões, os dois estavam condenados, os dois estavam crucificados. Ambos morreriam em poucas horas. A diferença: um não tinha mais esperança, mas o outro tinha! E foi salvo!
Em Mt. 7:13 e 14 lemos que existem duas portas: a larga e a estreita. Estas portas levam a dois caminhos: um espaçoso e um apertado. E passam por estes caminhos duas multidões: uma grande e uma pequena multidão.
Em Mt. 7:24-27 lemos que existe dois fundamentos, um na areia e um na rocha.
Deus oferece estas duas opções, não existem outras. Cada opção leva a conseqüências diferentes. Conseqüências eternas. Deus nos deu este presente: o presente da escolha, que chamamos de Livre Arbítrio.
Em Lucas, capítulo 15, temos o capítulo dos achados e perdidos: ovelha (vs. 4), moeda (vs. 8) e o filho pródigo (vs. 12 e 13). Observe que a ovelha perdeu-se por imprudência ou curiosidade, e o pastor foi atrás!. A moeda foi perdida por irresponsabilidade da parte da mulher, e ela foi atrás. Mas, o pródigo perdeu-se intencionalmente, ou seja, ele escolheu, e o pai não foi atrás, ficou aguardando e orando! Em que lado da história nós nos encaixamos? No lado dos perdidos ou do lado dos que estavam buscando e orando? Nós estamos trabalhando na obra ou estamos dando trabalho a nossos líderes?
É momento de escolha! De decisão. Precisamos decidir, escolher. Não há meio termo. Ou somos filhos de Deus, ou somos escravos de satanás.
Todos os dias devemos escolher, a cada passo devemos escolher. Ao levantarmos de nossa cama devemos decidir: “Vou levantar-me no poder de Deus” ou “Mais um dia de derrota na minha vida!”. Mas uma boa notícia: “Todas a minhas más escolhas do passado foram redimidas por uma única boa opção: Jesus! Dia a dia, todo dia decidindo por Jesus. Os dois ladrões na cruz estavam na mesma situação. Um fez uma boa opção e salvou-se, mas, quanto ao outro....

Líder: Ministre em seus discípulos. Unja-os com óleo. Declare palavras de vitória. Eles têm que se quebrantar!


Veja os demais estudos.


Primeiro deve falar ao seu coração, depois, você transmite aos seus discípulos.
Deus vai te usar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão ou amigo, faça seu comentário. Alguns comentários podem ser apagados..... Você tem liberdade de escrever o que quiser, porém, sua liberdade está condicionada ao senhorio de Jesus Cristo, às Santas Escrituras e aos objetivos do blog.