Pesquise em mais de 1800 postagens!

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

A Cruz de Cristo - A esponja com vinagre

Estudo de célula que fiz em 2004 para minha igreja.


Introdução: Esta é uma série de 14 estudos sobre a importância da cruz de Jesus Cristo. Ela foi baseada no livro “Encontro” do Pr. César Castelhanos e do livro “Ele escolheu os cravos” de Max Lucado. O objetivo principal dessa série de estudos é o crescimento espiritual do discípulo, o correto entendimento e compreensão do amor de Deus e do sacrifício de Jesus Cristo. Vamos acompanhar alguns momentos da prisão, julgamento, condenação, crucificação, morte, sepultamento e ressurreição de Jesus.

Texto base: João 19:28-30

Desenvolvimento do Estudo:
Jesus era 100% homem, 100% Deus e 100% controlado pelo Espírito Santo. Os milagres que realizava era como um homem vivendo a plenitude do Espírito Santo. Jesus foi um autêntico ser humano, porém, sem pecado. Ele ficou cansado em Samaria (Jo. 4:6), ficou maravilhado em Nazaré (Mc. 6:6), irado (Jo. 2:15), dormiu (Mc. 4:38), ficou triste e chorou (Jo. 11:35) e teve fome (Mt. 4:2). Na cruz, Jesus teve sede. A última coisa que bebeu antes de ser preso foi o suco de uva na ceia. A ceia ocorreu no final da tarde da quinta-feira. Depois da ceia, Jesus fez o discurso que se encontra nos capítulos 13, 14, 15, 16 e a oração sacerdotal do capítulo 17 do Evangelho de João (ou seja, falou muito tempo!). Depois, foi ao Getsêmani e ali clamou a Deus em oração, pois sabia que Sua hora estava chegando. Jesus foi preso na madrugada da sexta-feira. Foi crucificado às 9 horas da manhã, ficou 6 horas na cruz. Perto das 15 horas, Jesus teve sede (ficou quase 20 horas sem beber nada!) e disse isso. Porém, os soldados lhe ofereceram vinho misturado com mirra, um tipo de vinagre. Esta bebida tinha efeito analgésico, amorteceria os efeitos da dor que Jesus estava sentindo. Jesus não aceitou. Enfrentou a droga com um não categórico. Ele preferiu sentir a dor porque sabia que você também sentiria dor.
Hb. 4:15 – Jesus foi tentado em todas as áreas, mas não pecou, por causa disso Ele pode se compadecer da sua fraqueza e te consolar. Não importa pelo que você passa, Jesus pode enviar o consolo. Ele sabe pelo que você está passando!
2Co 1:3-5 – Jesus é o Pai das Misericórdias e o Deus de toda a consolação. É por causa disso que Jesus pode te consolar de toda tribulação. A tua tribulação pode ser aliviada e cessada pela misericórdia e consolação de Jesus. Jesus sofreu muito, o texto diz que as aflições dEle “transbordaram”, que no original grego é perisseuo (lê-se pericío), ou seja, é superabundância, ou excesso, tanto em quantidade e como em qualidade. Porque Jesus sofreu muito, Ele pode te consolar muito (superabundar também na consolação!).
Is. 49:13 – Por causa disso devemos nos alegrar. Deus se compadeceu de nós e nos consolou. Alegre-se, demonstre sua gratidão orando e louvando a Deus.


Líder: Ministre em seus discípulos. Unja-os com óleo. Declare palavras de vitória. Eles têm que se quebrantar!


Veja os demais estudos.


Primeiro deve falar ao seu coração, depois, você transmite aos seus discípulos.
Deus vai te usar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão ou amigo, faça seu comentário. Alguns comentários podem ser apagados..... Você tem liberdade de escrever o que quiser, porém, sua liberdade está condicionada ao senhorio de Jesus Cristo, às Santas Escrituras e aos objetivos do blog.