Pesquise em mais de 1800 postagens!

quarta-feira, 31 de outubro de 2007

Adoração em Santidade - parte 5

A apóstola Valnice narra uma parábola escrita por Bill Beckman: A Parábola da Igreja de duas asas:





"Era uma vez uma Igreja criada com duas asas. Uma asa era para a celebração em grupos grandes e a outra era para a comunidade dos grupos pequenos. Utilizando ambas as asas, a Igreja conseguia voar alto e se aproximar da presença de Deus e ainda sobrevoar graciosamente toda a terra, preenchendo o propósito do Criador.


Um dia, uma enciumada e malvada serpente, que não tinha asa alguma, desafiou a Igreja a voar apenas com a asa do grupo grande. A serpente aplaudiu efusivamente quando a Igreja conseguiu levantar vôo (mesmo de forma desajeitada) e a convenceu de que, com muito exercício, ela conseguiria voar utilizando apenas uma asa. (Isso aconteceu durante o reinado de Constantino, 300 anos depois de o Criador ter usado a Igreja de duas asas para frustrar os planos da serpente malvada que não tinha asas).


A asa do grupo pequeno se tornou cada vez mais fraca por falta de exercício até atrofiar e tornar-se um apêndice sem vida e sem utilidade ao lado da asa exagerada do grupo grande. A Igreja de duas asas que havia planado nas maiores alturas tornou-se agora uma Igreja de uma asa, um pouco melhor do que a serpente que não tinha asa alguma.


O Criador da Igreja ficou muito triste. Ele sabia que o projeto de duas asas permitia a Igreja voar aos Céus, até a Sua presença e obedecer aos Seus comandos na Terra. Agora, com apenas uma asa, a Igreja tinha que fazer um esforço extra para conseguir levantar vôo. Mesmo dando um jeito de permanecer alada ela tendia a voar em círculos não muito longe de seu ponto de partida. Gastando mais e mais tempo na segurança e no conforto da sua gaiola, ela ficou gorda, preguiçosa e satisfeita com sua vidinha terrena.


De vez em quando, a Igreja lembrava que já havia voado com duas asas e sonhava com a possibilidade de fazê-lo novamente. Mas agora a poderosa asa do grupo grande tornou-se tão dominante que não aceitava nenhum tipo de auxílio da parte mais fraca. Era tarde demais.


O Criador finalmente construiu uma nova Igreja de duas asas. Ela tinha, outra vez, uma Igreja que podia voar até Sua presença e sobrevoar a Terra cumprindo os Seus propósitos".

Baseada em Atos 5:42 - "Todos os dias, no templo e de casa em casa, não deixavam de ensinar e proclamar que Jesus é o Cristo".

Sua Igreja tem as duas asas?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão ou amigo, faça seu comentário. Alguns comentários podem ser apagados..... Você tem liberdade de escrever o que quiser, porém, sua liberdade está condicionada ao senhorio de Jesus Cristo, às Santas Escrituras e aos objetivos do blog.